757 da Delta pousando em Miami. Foto: Venkat Mangudi via Wikimedia.

A Delta Air Lines e a parceira Alitalia agora estão compartilhando voos testados para COVID, oferecendo entrada sem quarentena aos clientes que se dirigem dos Estados Unidos à capital da Itália. Com efeito imediato, os passageiros com necessidades essenciais de viagem podem reservar voos testados para o novo coronavírus tanto da Alitalia, que parte de Nova York-JFK, como da Delta, a partir do Aeroporto Internacional Hartsfield Jackson, em Atlanta, com destino ao Aeroporto Fiumicino, em Roma.

“Oferecer codeshare em nossas rotas testadas para COVID, as quais ligam dois dos maiores hubs dos Estados Unidos à Itália, é a mais recente novidade na parceria de longa data entre a Delta e a Alitalia, para que possamos oferecer opções e conveniência para nossos clientes”, disse o vice-presidente sênior de Alianças e Internacional, Perry Cantarutti. “Esses programas piloto estão criando um plano para viagens seguras quanto à COVID e sem quarentena, que combina testagem rigorosa com amplas medidas de limpeza e higiene, ajudando a reabrir as viagens internacionais em uma escala maior e reativando a economia global”.

“Ao expandir a gama de voos de e para a Itália que incluem protocolos de teste, a Alitalia demonstra seu compromisso de oferecer experiências de viagem com total segurança. Fomos a primeira empresa a apresentar voos testados para COVID, primeiramente com a rota Roma-Milão, depois com os voos de Nova York e agora de Atlanta, junto com nossa parceira Delta”, disse o diretor executivo da Alitalia, Giancarlo Zeni. “Queremos ajudar a devolver a confiança aos viajantes, lembrando que o avião continua sendo o meio de transporte mais seguro, mesmo neste período pandêmico. Nossos instrumentos e os filtros que usamos a bordo das aeronaves tornam a qualidade do ar comparável à de uma sala cirúrgica”.

Para embarcar nos voos da Delta e da Alitalia testados para COVID de Nova York-JFK e Atlanta para Roma, os clientes precisarão testar negativo para o novo coronavírus antes da partida e na chegada a Roma. Clientes qualificados com permissão para viajar por motivos essenciais, como trabalho, saúde e educação, estarão isentos de quarentena ao desembarcarem na Itália. Detalhes completos das exigências de teste podem ser encontrados no site delta.com.

Delta Airlines

Desde 26 de janeiro de 2021, todos os passageiros com mais de dois anos de idade que entram ou transitam pelos Estados Unidos, vindos de qualquer local fora do país, devem apresentar resultado negativo em um teste viral feito três dias da partida para poder embarcar. 

 

Via- Delta