Codeshare entre LATAM e Azul vira alvo de reclamação da GOL

GOL
Foto - Divulgação

O codeshare entre duas companhias aéreas do Brasil parece estar incomodando a GOL. A laranjinha entrou com um processo no CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para tentar barrar o acordo entre aéreas, tão elogiado na última entrevista de Jerome Cadier, presidente da LATAM.

De acordo com a GOL, há traços anticompetitivos no acordo atual, visto que as duas aéreas operam voos com o mesmo sistema de vendas, porém em operações separadas. Isso possibilita que somente uma companhia opere uma rota específica, principalmente entre capitais, diminuindo a competição no mercado.

Para fazer sua reclamação a GOL utilizou como exemplo as últimas modificações no processo de codeshare, incluindo mais rotas em parceria, e excluindo rotas operadas pelas duas empresas, concentrando a operação somente em uma companhia aérea. Cinco rotas, focadas principalmente no mercado corporativo, estão no pivô dessa discussão.

Na última análise de mercado da ANAC a LATAM tinha algo próximo de 32% de share, enquanto a Azul tinha uma participação de quase 31%, a GOL seguia líder, mas apertada pela LATAM e Azul em comparação aos outros meses.

Por este motivo a GOL se vê ameaçada nessa questão, dizendo que o conjunto Azul + LATAM terá em breve maior participação em muitas rotas entre capitais, devido ao sistema de codeshare. A GOL, por sua vez, não exerce nenhuma parceria no Brasil com esse nível de similaridade, se restringindo a uma parceria em rotas regionais com a Passaredo.

Cerca de 64 rotas estão incluídas no acordo de codeshare, além das rotas sobrepostas implementadas posteriormente, após este já estar em funcionamento, algo que é o principal alvo de reclamações da GOL.

 

DEIXE UMA RESPOSTA