Com a chegada de mais quatro astronautas à ISS, um deles vai “dormir fora”

No próximo dia 14 de novembro a SpaceX, juntamente com a NASA, vão lançar em direção a ISS quatro astronautas que vão passar longos seis meses na estação espacial, que está orbitando a terra a aproximadamente 430km de altitude e a uma velocidade de mais de 27.000 Km/h.

Ao chegar na ISS os astronautas da NASA Shannon Walker, Victor Glover e Mike Hopkins, e pelo astronauta da Japan Aerospace Exploration Agency (JAXA) Soichi Noguchi irão fazer companhia para Kate Rubins, Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov que chegaram a ISS no último dia 14.

A tripulação da ISS vai subir de três para sete ocupantes e um deles vão ter que dormir do “lado de fora”, claro que não literalmente. O escolhido foi o comandante da Crew Dragon 1, Mike Hopkins.

Hopkins vai dormir na espaçonave que vai lançá-los, enquanto os outros vão dormir na estação.

Membros da tripulação do SpaceX Crew-1 da NASA- Foto/Divulgação: NASA

“No momento, estamos com falta de quartos para a tripulação na estação de bordo”, disse o comandante Hopkinks para jornalistas na segunda-feira.

Durante os seis meses no espaço os astronautas e cosmonautas (como são chamados os astronautas russos), vão realizar diversos experimentos científicos e talvez alguns Spaces Walks (caminhadas espaciais para concertar partes da ISS do lado de fora).

A missão do dia 14 será história pois será a primeira missão operacional da SpaceX. Com isso os EUA voltam a ter independência nos lançamentos de seus astronautas em solo norte-americano, em mais depender dos russos para isso, algo que acontecia desde 2011 com a aposentadoria dos Space Shuttle.


Foto: NASA

Contudo, a SpaceX não está sozinha na jogada com sua nave espacial Crew Dragon, a Boeing também vai lançar astronautas da NASA, mas em relação a empresa de Elon Musk a Boeing está atrasada nos testes com sua nave Starliner. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA