A Azul S.A. (B3: AZUL4, NYSE: AZUL) anunciou hoje (17/07) que a Fitch Ratings classificou o risco de crédito da Azul como BB- em escala estrangeira e A+(bra) em escala nacional. A Fitch também atribuiu uma classificação BB- às sênior notes sem garantias da Azul, no valor de US$ 400 milhões com vencimento em 2024.

A perspectiva do rating corporativo é estável. Com o anúncio desse rating, a Azul reafirma sua classificação BB- de qualidade de crédito.

De acordo com a Fitch, “o rating da Azul é apoiado em sua forte posição no mercado regional da aviação brasileira, margens operacionais sólidas, mas limitado por sua limitada diversificação geográfica e exposição cambial. O rating reflete a expectativa de melhorias no perfil do risco de crédito da Azul durante 2019-2020, suportado por melhores fundamentos da indústria de aviação no Brasil, maior geração de fluxo de caixa operacional e desalavancagem futura, com o compromisso de manter elevados índices de liquidez, reduzindo a exposição ao risco de refinanciamento”. 

“O rating da Azul reflete nosso compromisso de entregar fortes resultados operacionais, mantendo um balanço sólido. Esperamos continuar a nos beneficiar da conectividade da nossa malha e do nosso processo de transformação de frota”, afirma Alex Malfitani, CFO da Azul”.