Aeronaves A-29 Super Tucano, C-105 Amazonas e H-60L Black Hawk sobrevoaram a BACG durante a cerimônia. Foto: Sgt. Johnson Barros/FAB/Divulgação.

A Força Aérea Brasileira realizou na manhã de quarta-feira (14) a cerimônia de passagem de comando da Base Aérea de Campo Grande (BACG). No evento, presidido pelo comandante da FAB, Tenente-Brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr., também houve o ato de transmissão de subordinação da BACG ao Comando de Preparo (COMPREP), cujo o comandante, Tenente-Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida, também esteve presente. 

O Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar José Augusto Crepaldi Affonso e o Comandante Militar do Oeste, General de Exército Fernando José Sant´anna Soares e Silva também prestigiaram a solenidade, junto com demais autoridades civis e militares. 

Na cerimônia, que contou com um desfilo aéreo com aeronaves A-29B Super Tucano, H-60L Black Hawk e C-105 Amazonas sobrevoando a base aérea em formação, o Coronel Aviador Leonardo Pinheiro de Oliveira passou o comando da organização militar ao Coronel Aviador Clauco Fernando Vieira Rossetto. Na terça-feira, o sobrevoo das aeronaves de transporte, caça e asas rotativas, um treinamento para a cerimônia realizada no dia seguinte, chamou a atenção de quem presenciou a formação. 

A BACG é sede dos esquadrões Flecha, Onça, Pelicano e do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (EAS), o PARA-SAR, unidade de infantaria especializada em missões de busca e resgate.

Em seu discurso, o Comandante da Aeronáutica destacou a satisfação em retornar à BACG e falou sobre a implantação do Projeto Piloto Campo Grande, previsto na DCA 19-7, que prevê uma estrutura orgânica com cinco grupos subordinados diretamente ao Comandante da Organização Militar.

“Este é um solo em que qualquer semente jogada irá frutificar e irá florescer. E essa foi a razão principal de eu ter escolhido a Base Aérea de Campo Grande para testarmos e desenvolver, talvez, o que vai ser mais importante no meu período de comando”, declarou o Brigadeiro.

Comandante da Aeronáutica falando na solenidade. Foto: Sgt. Johnson Barros/FAB/Divulgação.

Novo comandante

O Coronel Rossetto ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1º de fevereiro 1990. Foi declarado Aspirante a Oficial Aviador em 26 de novembro de 1993 e promovido ao atual posto em 31 de agosto de 2016. Possui todos os cursos acadêmicos e operacionais de carreira; e, ainda, Altos Estudos Militares pelo Centro Universitário de Lins (UNILINS), pela Escola Superior de Guerra (ESG) e pela Universidade da Força Aérea (UNIFA).

Com 31 anos de serviço na FAB, o Coronel Rossetto assumiu o comando da BACG na quarta-feira (14). Foto: Sgt. Johnson Barros/FAB/Divulgação.

Dentre as principais funções exercidas estão: Chefe das Seções de Tiro e Bombardeio, Pessoal e Material do 3º/10º Grupo de Aviação; Chefe da Seção de Comando do Grupo de Transporte Especial; Comandante do 3º/10º Grupo de Aviação; Comandante da Base Aérea de Santa Maria; Comandante da Ala 4; Adido de Defesa Naval, do Exército e Aeronáutica na Suécia; e Vice-Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica.

Projeto Piloto Campo Grande

Na busca de consolidar as modificações na estrutura organizacional do COMAER, o Comandante da Aeronáutica estabeleceu a Diretriz de Implantação do Projeto Piloto Campo Grande, DCA 19-7, que prevê uma estrutura orgânica com cinco grupos subordinados diretamente ao Comandante da Organização Militar: Grupo de Apoio; Grupo Operacional; Grupo de Segurança e Defesa; Grupo Logístico; e Grupo de Saúde.

Aeronaves das aviações de caça, transporte, asas rotativas e busca e salvamento durante o Exercício Tápio, na BACG. Foto: FAB/Divulgação.

Nesse contexto, a estrutura organizacional da Base Aérea de Campo Grande, bem como os processos envolvidos observarão, como elo sistêmico, as normas dos respectivos órgãos centrais dos sistemas do Comando da Aeronáutica. Além disso, a Diretriz orienta que a Organização Militar realize as tarefas de apoio em proveito da sua missão principal.

 

Autoridades civis e militares prestigiaram a cerimônia na BACG. Foto: Sgt. Johnson Barros/FAB/Divulgação.

Ato de Transmissão de Subordinação

O Comandante da Aeronáutica, no uso da atribuição legal em vigor, estabelece, conforme Portaria GABAER número 111/GC3, de 08 de julho de 2021, a subordinação da Base Aérea de Campo Grande ao COMPREP.

Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida. Foto: Sgt. Johnson Barros/FAB/Divulgação.

Na cerimônia, o Comandante do COMPREP, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida, destacou que a FAB está em um processo de contínuo aperfeiçoamento e que, de maneira, sistêmica, as novas diretrizes vêm consolidando a estrutura organizacional do Comando da Aeronáutica, seguindo as orientações do Comandante Baptista Junior, “expressas claramente em sua Diretriz de Comando, valendo-se deste projeto piloto que ora se inicia, e perseguindo premissas fundamentais, como a Unidade de Comando; a manutenção da identidade e denominação da Base Aérea de Campo Grande, o aperfeiçoamento da interação entre as atividades operacionais e administrativas; bem como o fortalecimento da governança e da representatividade local com a designação de um Oficial-General para seu Comando”.

Via Força Aérea Brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA