Salinópolis, um dos municípios mais procurados por turistas no nordeste paraense, já dispõe de um novo aeroporto. Nesta última sexta-feira (16), o governador Helder Barbalho esteve em Salinas, na costa atlântica, entregando o aeroporto, que passou por obras de reconstrução e ampliação, um investimento do Tesouro estadual.

A nova pista tem 1,9 quilômetro de extensão, o que permite pouso e decolagem de aeronaves com até 60 passageiros. O aeroporto se integra às obras e serviços realizados pelo Estado a fim de incentivar o desenvolvimento do turismo na região.

Segundo Helder Barbalho, “todos os municípios da região do salgado ganham com a obra. Este aeroporto não é apenas de Salinópolis. É a inclusão de uma nova rota turística em todo o nosso Estado.”

“Com este aeroporto, se estimula o turismo em Pirabas (São João de Pirabas), Santarém Novo, Maracanã, Quatipuru e Primavera, e fortalece as regiões de Capanema, Peixe-Boi e Nova Timboteua. Toda a região ganha uma nova estrutura receptiva”, destacou o governador.

Helder Barbalho lembrou que, há dez anos, o aeroporto foi interditado por falta de manutenção.

“Este município, e toda esta região, têm uma vocação turística muito grande, e gestões anteriores que deixaram o aeródromo ser interditado, erraram. Hoje, estamos reparando os danos causados, para não permitir que isso aconteça novamente”, garantiu o chefe do Executivo estadual.

O aeroporto também recebeu melhorias em todo o terminal de passageiros, que inclui sala de espera, banheiros, lanchonete, balcão de informações, salas administrativas, embarque, desembarque e outras dependências. Em breve, com nova iluminação, o aeroporto também poderá receber voos noturnos.

 

Mobilidade – O secretário de Estado de Transportes, Adler Silveira, informou que o Estado vem trabalhando para melhorar a infraestrutura aeroportuária.

“Há cerca de quatro meses entregamos o aeródromo de São Félix do Xingu (no Sudeste), e também estamos construindo e pavimentando diversas rodovias importantes, como a PA-124, de acesso ao aeroporto, e outras, como a PA-324, com intercessão na BR-316. Também estamos trabalhando na rotatória de Salinópolis e, recentemente, fizemos convênio com a Prefeitura de Pirabas para duplicação de partes da PA-440”, disse o titular da Setran (Secretaria de Estado de Transportes).

Adler Silveira informou ainda que a Setran solicitou à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) a certificação do aeroporto de Salinópolis, para que o equipamento possa receber aviões comerciais, procedimento fundamental para a consolidação da atividade turística, uma vocação econômica natural do município e da região do entorno.

Com a certificação, Salinas entrará na malha aérea nacional, facilitando o acesso de turistas às atrações do litoral paraense.

O secretário de Estado de Turismo, André Dias, disse que vem trabalhando para incluir o aeroporto de Salinas na rota de várias companhias aéreas.

“O Pará recebe uma média de um milhão de turistas de todos os estados, o que é um número expressivo. Agora, por meio da aviação, novas rotas turísticas poderão acontecer, e haverá um acréscimo no número de pessoas que nos visitam todos os anos graças à reconstrução do aeródromo”, ressaltou.

 

Nova história – O prefeito de Salinópolis, Carlos Alberto de Sena Filho (Kaká Sena), agradeceu o apoio do governo do Estado em diversas obras para o município.

“Nós sabemos que com seu trabalho a história do nosso município vai mudar. Conte comigo e com a nossa parceria, enquanto moradores de Salinas”, afirmou.

Para Ana Lúcia Muniz, que trabalha como diarista em Salinópolis, a requalificação do aeroporto tem impacto na vida de todos, “porque mais pessoas poderão vir para cá, incentivar o turismo, e a gente terá mais empregos. Estamos todos muito agradecidos ao governador, que olhou para a nossa cidade e deu oportunidades. O crescimento agora vai ser constante”.

A solenidade de entrega do aeroporto também contou com as presenças do senador Jader Barbalho, da primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, de deputados federais e estaduais, prefeitos da região, vereadores e outras lideranças políticas.

DEIXE UMA RESPOSTA