O Ministério da Defesa da Turquia divulgou imagens do Sistema de Mísseis de Defesa Aérea de Longa Distância S-400 de origem russa, chegando na Base Aérea Murted, perto da capital turca, Ancara. Os equipamentos e carros que as transportam chegaram abordo de um An-124 e um IL-76.

A Turquia já vem demostrando interesse no Sistema S-400 desde 2017 e na última semana avisou que em breve os primeiros armamentos chegariam.

“De acordo com o plano, o terceiro plano [russo] aterrou, as atividades programadas para hoje são mais. O processo vai continuar nos próximos dias“, disse o ministro turco, Hulusi Akar a Agência Anadolou.

O S-400 pode atingir alvos a uma distância de 400 km e a uma altitude de até 30 km, sendo assim um dos prinncipais Sistemas de Defesa Aérea do mundo.

Equipamentos militares do S-400 em solo turco- Foto: Ministério daDefesa da Turquia

Questões envolvendo o Sistema S-400:

Caça F-35A turco- Foto: Lockheed Martin

De longe a questão que mais se falava sobre a aquisição do Sistema S-400, é de como ficaria outra compra grande dos turcos, a dos caças de 5º geração dos EUA, o F-35 Lightning II.

Desde que os turcos demostraram interesse no armamento russo os americanos já foram contra e fizeram várias ameaças de vetar a venda dos caças F-35, caso a Turquia comprasse o sistema S-400. Com a chegada dos equipamentos é que provavelmente vai acontecer e isso seria ruim para a Turquia pois já existem caças F-35 turcos nos EUA prontos para entrega, bem como pilotos que fizeram treinamento e isso já envolve bastante dinheiro, além de que a Turquia é um país membro do Programa F-35.

Mock Up do caça turco TF-X- Foto: BillyPix

A Turquia por sua vez tentava um acordo com os EUA para terem o F-35 mesmo tendo o sistema S-400, mas os EUA sempre relutou com essa realidade e a partir disso os turcos começaram a criar outras maneiras de requipar sua força aérea com uma aeronave moderna. É o caso dp projeto da Turkish Aerospace, TF-X, uma aeronave de 5º geração que foi apresnetada ao mundo no mês passado durante o Paris Airshow.

Os investimentos devem chegar a TL 4,8 bilhões e se espera que a produção da aeronave empregue 3200 pessoas, com uma contribuição indireta de emprego estimada em cerca de 11200.

Concepção artística do TF-X- Foto: TAI

O TF-X contará com tecnologia stealth, será usado papel ar-ar, considerando também os papéis ar-superfície, terá toda uma gama tecnologia de radar, sensores e armamentos e será uma aeronave bimotora.

A Turquia busca parcerias para o caça TF-X um delas pode ser o Reino Unido, por meio da Rolls-Royce, com tudo não está certa ainda essa parceria que perdeu força nos últimos 12 meses.

Fonte de apoio: TASS / Edição: Aeroflap