A Airbus silenciosamente adiou a certificação do A330-800 para o próximo ano, alterando o cronograma para a aprovação da menor variante do A330neo.

O executivo-chefe Guillaume Faury, falando durante um briefing financeiro dos primeiros nove meses de 2019, disse hoje (30/10) que a certificação do A330-800 aconteceria no “início de 2020”.

A companhia tinha como objetivo manter a aeronave no caminho certo para a certificação no segundo semestre deste ano.

Continua depois do anúncio

Faury não deu detalhes sobre os motivos do adiamento, embora a demanda pelo A330-800 tenha sido fraca – há apenas 10 pedidos – e a empresa está lidando com questões de alta prioridade, como o aumento de produção das aeronaves da família A320neo.

A Kuwait Airways deve receber oito aviões A330-800, enquanto a Uganda Airlines pretende receber dois.

A produção do A330neo demorou a aumentar este ano, as primeiras entregas do A330-900 ocorreram em março.

Continua depois do anúncio

Nos primeiros seis meses, a Airbus entregou 13 aviões A330neo, mas a taxa aumentou no terceiro trimestre, elevando o total de nove meses para 26.

A Airbus garantiu pedidos totais para 250 aviões A330-900, dos quais 29 já foram entregues.

 

Via – FlightGlobal

Continua depois do anúncio