Caça Eurofighter Typhhon da RAF intercepta avião-patrulha russo TU-142MK- Foto: RAF

Como publicamos aqui no portal, a RAF interceptou nesta semana dois aviões-patrulha TU-142MK da marinha russa que estavam voando próximo ao espaço aéreo inglês.

Contudo houveram outras interceptações nestes últimos dias, sendo que uma delas envolveu os bombardeiros estratégicos e supersônicos russos TU-160 Blackjack.

Todo um controle de solo aliado com os aviadores da base de Lossiemounth foi feito para que as ações de interceptação as aeronaves russas fosse feito.

No vídeo abaixo podemos ver com alguns detalhes como foram as interceptações da RAF, que usou caças Eurofighter Typhoon para tais missões:

 

Houveram também interceptações por parte da Noruega que usou pela primeira vez caças furtivos F-35A para interceptar os aviões-patrulha TU-142MK, que estavam próximo ao espaço aéreo norueguês.

 

Interceptação sobre o Alasca:

Esta semana ainda houveram interceptações de caças CF-18 do Canadá e F-22 Raptor dos EUA contra os TU-142MK (Talvez sejam os mesmos interceptados na Europa).


As interceptações aconteceram na região do Alasca em espaço aéreo internacional e seguiram o mesmo feito por caças ingleses e noruegueses, ou seja, interceptação, contato com as tripulações, registro de matrícula, além de fotos e vídeos.

F-22 Raptor (com Subala)r intercepta TU-142 russo- Foto: NORAD

Estes voos de aeronaves russas próximos aos território de importantes nações sempre acontecem e por trás disso devem haver vários motivos de interesse, como verificar certas áreas estratégicas das nações, que pode ser de grande interesse por parte dos russos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA