A cordialidade e prestatividade dos funcionários das companhias aéreas nos balcões de check-in dos aeroportos foi o serviço que recebeu a nota mais alta, ou 4,7 de um máximo de 5, em pesquisa do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

O levantamento refere-se ao 3º trimestre de 2018 e analisa cinco áreas distintas (infraestrutura aeroportuária, facilidades ao passageiro, companhias aéreas, órgãos públicos e transporte público).

O segundo serviço mais bem avaliado entre as companhias aéreas foi o tempo de fila no check-in/autoatendimento, com nota 4,60. Logo em seguida, vieram Qualidade da informação prestada (4,51), integridade da bagagem (4,51), velocidade da restituição da bagagem (4,49) e tempo de fila no check-in/guichê (4,39).

“Além da excelente avaliação da cordialidade e prestatividade dos funcionários das nossas associadas, vale registrar que os demais indicadores apresentam um crescimento constante na avaliação, desde o último trimestre do ano passado”, afirma o consultor técnico para assuntos de relacionamento com o consumidor da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Marcos Diegues.

De acordo com o Ministério dos Transportes, foram realizadas 21.206 entrevistas, sendo 15.203 de passageiros de voos domésticos e 6.003 de voos internacionais, nos 20 aeroportos de maior movimento do país, que respondem por 87% do fluxo de viajantes da aviação regular.

Para entender melhor como as companhias aéreas associadas à ABEAR treinam seus funcionários para que o setor obtenha sempre as melhores avaliações dos consumidores, ouvimos o diretor de Serviços ao Cliente da AVIANCA, Marcius Moreno.

 

Via – ABEAR