Em dados preliminares publicados pela Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), a movimentação de passageiros em 2017, considerando as companhias aéreas de todo mundo, foi de 4,1 bilhões aproximadamente.

Ao todo mais de 37 milhões de voos comerciais foram realizados, o que resulta em uma média de 110 passageiros por voo. O maior mercado foi da Europa, que movimentou 37% dessa quantidade informada, também foi o local com a maior representação das companhias aéreas Low Cost.

Atrás da Europa vem a Ásia/Pacífico, com 29% do total do tráfego de passageiros em 2017, e a América do Norte foi a terceira colocada, mesmo com a “grandeza” das companhias aéreas dos Estados Unidos.

Ao contrário do que muitos pensam, as companhias aéreas Low Cost representaram apenas 30% do tráfego de passageiros, transportando 1,2 bilhão de pessoas, em uma taxa maior de voos, em comparação com as tradicionais.

O ano passado também foi marcado por uma alta significativa no preço dos combustíveis de aviação, principalmente o QNAV, registrando um preço 25% maior em comparação com 2016. Por essa causa o valor médio apresentou um aumento significativo em relação ao ano anterior, mas ainda assim melhor em comparação com os 10 anos anteriores a 2016.

Destaque para o crescimento de 9,6% no tráfego de passageiros no mercado asiático, alinhando com as expectativas das fabricantes de aeronaves, apresentadas em 2017.