Foto - Will Recarey/Salvador Airport

Quem acessar o aeroporto da capital Baiana a partir de dezembro verá uma paisagem diferente. Sua fachada, que já estava bastante desgastada, está passando por uma renovação completa.

A intervenção é uma iniciativa própria da Concessionária que administra a infraestrutura, Salvador Bahia Airport, ou seja, não é uma obrigação que consta no contrato assinado com a ANAC.

Um painel com isolamento termoacústico substituirá as antigas pastilhas. Além de ser composto por material mais resistente às intempéries, ele irá melhorar a sensação térmica dentro do terminal de passageiros, diminuindo o consumo de energia elétrica com refrigeração e deixando o aeroporto ainda mais sustentável. Outra vantagem é reduzir possíveis impactos sonoros.

Continua depois do anúncio

Para execução das melhorias, foi necessário retirar a cobertura de pastilhas e o letreiro com o nome oficial do Aeroporto. A nova fachada estará alinhada aos padrões de identidade visual adotados após a Concessão, anunciando que o terminal de passageiros e o aeródromo contam com a expertise e o know-how da maior operadora privada de aeroportos do mundo, a VINCI Airports.

Obras

A primeira etapa de obras do aeroporto será encerrada em 31 de outubro. Ela contempla 90% das intervenções previstas no Contrato de Concessão com a ANAC.

Continua depois do anúncio

As obrigações previstas no Contrato são principalmente de ordem estrutural, como ampliação do Terminal de Passageiros, reforma das duas pistas, ampliação do pátio de aeronaves e acréscimo de seis novas pontes de embarque (fingers). A cerimônia de inauguração acontecerá no dia 04 de dezembro.

Durante a primeira etapa, também foram executadas obras que não constam no Contrato de Concessão, de iniciativa própria da Salvador Bahia Airport. Algumas delas são: construção de 15 novos conjuntos de banheiros, instalação de sistema de detecção e combate a incêndio, ampliação da área de embarque e obras de sustentabilidade, como construção de uma nova Central de Resíduos e de uma Estação de Tratamento de Efluentes com 99% de eficiência e instalação de uma usina solar.

A segunda etapa das intervenções tem início dia 01 de novembro e contempla: aumento do número dos balcões de check-in, instalação de duas novas pontes de embarque e instalação de seis equipamentos de raio-x.

Continua depois do anúncio