Foto - Infraero

A Vinci Airports, administradora do Aeroporto de Salvador (Salvador Bahia Airport) informou nesta quinta-feira que a partir da próxima segunda-feira, 08 de abril de 2019, os voos operados pela companhia aérea Avianca Brasil, atualmente em processo de recuperação judicial, somente serão autorizados a decolar caso a empresa repasse previamente ao aeródromo as tarifas relativas ao voo.

Os passageiros da Avianca Brasil devem entrar em contato com a companhia aérea para acompanhar a situação dos seus voos.

A Avianca Brasil tem uma dívida de aproximadamente R$ 10 milhões com o Aeroporto de Salvador, de acordo com a administradora do local, a companhia não paga as taxas de operações desde julho de 2018. 

“Conforme vem sendo amplamente divulgado e é de conhecimento público, a citada companhia vem enfrentando graves problemas financeiros e operacionais em aeroportos por todo o país. Na capital baiana, atualmente existe ordem judicial que obriga a Avianca a normalizar o repasse das tarifas de embarque ao Salvador Bahia Airport, ordem esta que, infelizmente, ainda não foi cumprida, causando um prejuízo que se aproxima de 10 milhões de reais”, disse a Vinci Airports em nota.

A Avianca Brasil tem 13 voos diários a partir de Salvador.

DEIXE UMA RESPOSTA