Concessionária finaliza primeira fase das obras de modernização do Aeroporto de Fortaleza

Aeroporto de Fortaleza

A Fraport Brasil, que assumiu as operações do Aeroporto de Fortaleza em janeiro de 2018, concluiu a primeira fase das obras de infraestrutura previstas no contrato de concessão, firmado com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Falta ainda a etapa de extensão da pista de pouso e decolagem em 210 metros, a ser entregue até dezembro deste ano.

Além das primeiras intervenções realizadas após a concessionária assumir o aeroporto, que contemplaram os sistemas operacionais, iluminação, banheiros, wi-fi e sinalização, a Fraport Brasil iniciou, em abril de 2018, as obras de ampliação do Terminal de Passageiros e, paralelamente, a reforma da estrutura existente.

A primeira grande mudança para os passageiros foi a unificação das salas de embarque doméstico, que transformou o espaço numa grande área de circulação, facilitando o acesso aos portões por uma única entrada.

Em maio de 2019, o acesso ao embarque internacional também ganhou mais espaço, com a área de controle de segurança e passaporte aumentada. Em junho, os passageiros ganharam novos sanitários, balcões de imigração mais modernos, nova esteira de bagagem – com tecnologia de padrão internacional – e novos elevadores. Também foi entregue uma nova área de check-in com 40 balcões de atendimento para voos domésticos e 20 posições para voos internacionais.

Uma nova via foi implementada para possibilitar o acesso direto ao novo local de check-in (piso 1). O novo acesso viário segregou o fluxo de veículos para quem chega (piso 1) ou sai do aeroporto (piso 2), garantindo maior fluidez no trânsito.

 

TECNOLOGIA – No final do ano passado, o leitor automático de cartão de embarque, o BCBP (Bar Coded Boarding Pass), entrou em operação. Foram instaladas oito máquinas no embarque doméstico e seis no acesso ao embarque internacional.

Também foram instalados os sistemas BHS (Baggage Handling System), que realiza a coleta, identificação e distribuição das bagagens, o HBS (Hold Baggage Screening), que faz o escaneamento (triagem) automático de bagagens, proporcionando um processo mais seguro e eficiente, e o BMS (Building Management System), que faz o gerenciamento predial, de forma a alertar necessidades de tomadas de ação. 


Outra melhoria foi a substituição do sistema de som. O PAS (Public Address System) é um sistema de som que consiste em microfones, amplificadores e caixas de som, que tem a função de informar aos passageiros e usuários sobre voos, alertas, entre outras informações pertinentes às dependências do aeroporto. O novo sistema é baseado em IoT (Internet of Things), conectado a uma infraestrutura de rede que possui fácil manutenção.

Em outubro de 2018, o Banco do Nordeste aprovou o financiamento de R$ 692 milhões à Fraport Brasil – Fortaleza. A operação foi feita com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e compreende 70% do montante total investido no empreendimento, que tem complemento com recursos próprios da Fraport.

O investimento total nas obras é R$ 1 bilhão, valor que contempla a contratação do consórcio construtor, a compra de equipamentos, o desenvolvimento e a gestão do projeto.

Paralelo às obras de ampliação e reforma do terminal de passageiros, a Fraport Brasil – Fortaleza realizou melhorias e construções no airside (lado ar, onde operam as aeronaves). Foram reformadas as taxiways (vias de circulação das aeronaves), instalados 7,5 mil metros de cerca patrimonial e reformadas as vias de serviço.

A Fraport Brasil – Fortaleza e a Fraport Brasil – Porto Alegre são subsidiárias da Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide, uma das empresas líderes no mercado global de aeroportos. A empresa é proprietária e operadora do Aeroporto de Frankfurt, maior aeroporto da Alemanha com mais de 64 milhões de passageiros por ano. Seu portfólio inclui 30 aeroportos pelo mundo.

Em um processo de licitação internacional, ocorrido em março de 2017, no qual o Governo Federal concedeu quatro aeroportos brasileiros à iniciativa privada, durante a quarta rodada, a Fraport AG conquistou a concessão dos aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre pelos próximos 30 e 25 anos, respectivamente. Até 2022, o Ministério da Infraestrutura vai conceder mais 41 aeroportos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA