Estamos entrando na segunda semana de janeiro de 2022 e o nosso Resumo Semanal de Notícias da Aviação está de volta, após um hiato de algumas semanas. 

Aqui listamos para o nosso público os 10 assuntos principais da aviação nos últimos sete dias, bem como os artigos e vídeos publicados na semana. Vamos conferir nos parágrafos abaixo todos os assuntos que mais repercutiram no setor.

Para essa postagem consideramos as matérias publicadas entre o período de 08 a 14 de janeiro, exatamente sete dias, e descontando o dia anterior ao de publicação do resumo, que é sempre aos domingos aqui no Portal Aeroflap.

Continua depois do anúncio
Receba as principais notícias da aviação diretamente no seu TELEGRAM, em tempo real. Participe do nosso grupo Clicando Aqui.
Para participar no Whatsapp Clique Aqui.

 

 

1.Companhias aéreas de todo o mundo continuam a cancelar voos, na medida que casos da Omicron e Influenza se multiplicam rapidamente

Durante esta semana as companhias aéreas continuaram cancelando diversos voos em todo o mundo, e tentando fazer manobras com sua equipe de tripulantes para cumprir o máximo de voos possíveis.

A causa continua sendo a rápida multiplicação da variante Omicron da Covid-19, além do vírus Influenza, causador da gripe.

Nos Estados Unidos as companhias aéreas Delta e United Airlines ofereceram bonificações aos tripulantes que aceitarem trocar folgas por lugar na escala de trabalho. Mesmo assim, as companhias norte-americanas devem enfrentar uma onda de cancelamentos de voos.

Continua depois do anúncio

No Brasil não foi possível fazer o mesmo. A Azul tentou uma votação no SNA com seus tripulantes, que não foi aprovada por 74% deles. A companhia contratou na última semana cerca de 300 tripulantes que até então atuavam na Itapemirim, como forma de reduzir os impactos e apoiar a expansão da frota nas últimas semanas.

De qualquer forma, cerca de 300 voos da Azul foram cancelados pela falta de tripulantes. Do outro lado, na LATAM, a companhia precisou até mesmo cumprir voos internacionais com menos tripulantes, fazendo uma “pausa” no meio do caminho, como no último domingo entre Barcelona (Espanha) e São Paulo (Guarulhos).

“É importante ressaltar que mais de 90% das operações da companhia estão funcionando normalmente e que os clientes impactados estão sendo notificados das alterações, reacomodados em outros voos da própria companhia e recebendo toda a assistência necessária conforme prevê a resolução 400 da Anac”, disse a Azul em nota, afirmando que 90% da malha está disponível.

Continua depois do anúncio

A LATAM declarou que 47 voos seriam afetados em janeiro, mas dias depois a lista da aérea aumentou para mais de 160 voos.

 

2. Azul movimenta sua frota com novos aviões

Azul
Foto: Azul

Enquanto enfrenta problemas temporários nos seus voos, a Azul colocou mais aviões em atividade na sua frota.

Os novos ATRs 72-600, que chegaram ao Brasil no final de dezembro, começaram a entrar em atividade nos últimos dias, inclusive o novo “bandeira” da frota da Azul, que começou a operar quase em conjunto com o Airbus A321neo “bandeira”.

Continua depois do anúncio
Azul ATR 72 Bandeira do Brasil
Foto: @Frenchpainter via Twitter

O ATR 72-600 de matrícula PR-AKO fez seu primeiro voo regular com passageiros pela empresa no último dia 13 de janeiro, entre Campinas e Presidente Prudente. A aeronave se destaca por “completar” a família de aviões bandeira da Azul.

Nos primeiros dias do ano de 2022, outro avião com a pintura da bandeira do Brasil que entrou em operação foi o Airbus A321neo de matrícula PR-YJE.

Foto: Dirk Grothe | Aviation Photography via Flickr

E no dia 12 de janeiro a Azul recebeu mais um Airbus A321neo, de matrícula PR-YJF,, que conta com a sua fuselagem inspirada na personagem Minnie Mouse. Ao todo, serão no total quatro aviões com pinturas em alusão aos personagens da Disney.

Continua depois do anúncio
Azul A330neo rosa
Foto: CLEMENT ALLOING/@CAlloing

E na mesma semana a Azul realizou o voo de aceitação de mais um Airbus A330neo, o último da encomenda original. O avião está equipado com uma pintura especial na cor rosa, em referência ao mês de conscientização do câncer de mama, em outubro.

A aeronave que por enquanto opera com a matrícula F-WWYO realizou um voo decolando e pousando no Aeroporto de Toulouse, com aproximadamente uma hora e 11 minutos de duração.

O mais novo e último A330neo da Azul receberá a matrícula PR-ANV e recebeu o nome de batismo “La Belle Azul”. A companhia equipou seu novo avião com uma configuração de 34 assentos na Business, 96 na Econômica Xtra e 168 na Econômica.

 

3. Problemas da Itapemirim podem se agravar com novas multas e devolução de aviões

Após a ANAC proibir a Itapemirim Transportes Aéreos de retomar a venda de passagens, o  Procon-RJ disse que pode multar Itapemirim em até R$ 10 milhões, por reclamações de clientes.

A possibilidade de multa pelo Procon-RJ surgiu após uma publicação sobre o aumento expressivo do número de reclamações (já alto da aérea) em dezembro, a partir do site Reclame Aqui. Você pode conferir todos os dados de reclamações sobre a Itapemirim Clicando Aqui.

ITA Itapemirim Voos
Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

Além disso…

No final de dezembro, a Itapemirim Transportes Aéreos divulgou em um comunicado interno que estaria enviando três aviões ao exterior, com a finalidade de “realizar a manutenção dessas aeronaves”.

Agora, em uma publicação realizada nesta quinta-feira (13)  pelo Congresso em Foco, duas aeronaves da companhia aérea serão enviadas aos Estados Unidos, mais precisamente no dia 17 de janeiro.

Segundo um ofício da ANAC encaminhado ao deputado Roman (Patriota-PR) e obtido pelo Congresso em Foco, as aeronaves PS-SFC e PS-ITA de propriedade da DCAL 2 Leasing Limited realizarão um “translado para uma base onde a aeronave será armazenada” no aeroporto internacional de Tucson, nos Estados Unidos. 

 

4. Governo Federal e do Rio de Janeiro (cidade) brigam, mas resolvem impasse sobre Aeroporto Santos Dumont amigavelmente

Aeroporto Santos Dumont
Foto: Infraero/Reprodução

Após uma troca de acusações entre o Governo Federal e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, envolvendo o edital de concessão do Aeroporto Santos Dumont, os dois lados concordaram em sentar pacificamente em uma mesa para discutir pontos importantes.

Todo o problema envolve uma preocupação da cidade do Rio de Janeiro de que, investimentos no Santos Dumont, resultem em mais tráfego aéreo retirado do Aeroporto do Galeão.

Agora um grupo de trabalho para aprimorar o modelo de concessão do Aeroporto Santos Dumont (RJ), previsto para ser leiloado durante a 7ª rodada de concessões aeroportuárias.

O GT será formado por técnicos dos governos federal e estadual, além de representantes do consórcio contratado para elaboração dos estudos da 7ª rodada, setor produtivo fluminense e demais autoridades locais.

O grupo atuará por prazo determinado de 30 dias, a partir de 19 de janeiro, período no qual será discutida e avaliada a proposta do governo federal para o Santos Dumont e eventuais ajustes propostos pelos integrantes. 

Logicamente, o foco é entrar em um equilíbrio de investimentos, que garanta a concessão do Aeroporto Santos Dumont sem demais problemas.

 

5. Rússia surpreende com logística no Cazaquistão, e ameaça guerra com a Ucrânia ao não aceitar negociações

Il-76 da Rússia- Foto MoD

Com a crise política e social que ocorre no Cazaquistão, o Ministério da Defesa da Rússia está usando dezenas de jatos de carga para levar suas tropas de paz ao país. Cerca de 74 jatos Ilyushin Il-76 e cinco Antonov An-124 estão sendo usados na operação. 

A operação surpreendeu devido a capacidade de alocação de tropas da Rússia em um outro país, deslocando em poucas horas vários blindados e aeronaves para o Cazaquistão. 

Por enquanto o deslocamento ocorreu devido a um pedido do Governo do Cazaquistão para conter, com força, manifestantes que protestavam devido ao preço dos combustíveis no país.

Os manifestantes chegaram a tomar o controle do aeroporto da capital Almaty, que foi retomado com a chegada de tropas russas. As tropas foram transportadas em nove aviões Ilyushin Il-76 segundo o Porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov. Os militares permanecem no local.

Do outro lado da Rússia, as tensões com a Ucrânia se agravaram. Uma reunião entre 57 países ocorreu entre segunda e quarta-feira desta última semana, mas a Rússia não quis negociar sobre a retirada de tropas da fronteira da Ucrânia.

Atualmente cerca de 100 mil soldados russos estão deslocados para a região da fronteira leste da Ucrânia. Ao norte está a Bielorrússia, temida pelos países europeus por ser um parceiro da Rússia na área militar.

O país ainda tentou uma manobra entre quinta e sexta-feira para justificar uma possível invasão ao território Ucraniano, tudo devido ao desejo do ex-país soviético de entrar para a OTAN.

Você pode conferir mais sobre esse assunto Clicando Aqui.

 

6. Semana de destaque para o caça F-35

Além da Rússia, nesta semana o F-35 foi outro destaque na aviação militar. 

O Governo Alemão está novamente considerando a aquisição de caças F-35 para substituir sua frota de jatos de ataque nuclear Panavia Tornado. A possibilidade surge como uma contradição ao plano da Alemanha para adquirir 30 caças Super Hornet e 15 jatos de guerra eletrônica EA-18G Growler.

O empecilho, no entanto, é justamente a capacidade de empregar as bombas B61. 

Por outro lado, o F-35 receberia a integração com o armamento de qualquer forma, processo que já está em fase final com a recente conclusão dos testes com a B61-12. Enquanto o pedido para os Typhoons foi realizado em 2020, a Boeing esperava receber a solicitação de compra dos Super Hornets em janeiro, algo que pode não ocorrer mais. 

F-35 B RAF
Um par de F-35B da RAF a bordo do HMS Queen Elizabeth. Foto: Ministério da Defesa Britânico.

O Gabinete do Governo Tailandês concordou em apoiar a Força Aérea Real Tailandesa (RTAF) na aquisição dos quatro primeiros caças stealth F-35 Lightning II, confirmou um porta-voz da instituição nesta quarta-feira (12). 

A RTAF quer adquirir um total de oito caças F-35 para substituir os F-16 ADF (Air Defense Fighter) Block 15. Os aviões mais antigos foram desativados ano passado e eram operados na Base Aérea de Korat, a 250 quilômetros da capital Bangkok. 

O F-35 surgiu como a melhor opção, agora que os custos foram reduzidos. Enquanto o Gripen (adquirido pelas forças aéreas do Brasil e da Suécia) tem um custo de aquisição unitário de US$ 85 milhões, o F-35 pode ser comprado por US$ 82 milhões. Quando chegou ao mercado, o F-35 custava US$ 142 milhões.

Já a Força Aérea Sul-Coreana (ROKAF) confirmou nesta última sexta-feira (14) que o seu F-35 que fez um pouso de barriga colidiu com um pássaro em voo, o chamado bird strike. Os militares seguem investigando o acidente para saber o porquê do trem de pouso não ter descido após a colisão. 

No dia 04 de janeiro, um F-35A da ROKAF fez um pouso de barriga na base aérea de Seosan, oeste do pais. O piloto não se feriu, mas a aeronave sofreu danos na fuselagem. Na data, informações apontavam que o caça furtivo apresentou problemas nos aviônicos, forçando o piloto a fazer um pouso de barriga. 

 

7. Maior aeronave anfíbia do mundo passa por mudanças no seu design

Aeronave
Foto: : Mídia Social Chinesa

Apresentado ao público pela primeira vez no ano de 2016 durante o China Airshow, a última aparição da aeronave anfíbia AVIC AG600 chamou a atenção por suas mudanças estruturais na sua fuselagem, principalmente na parte frontal da aeronave. 

Entretanto, as imagens recentes mostram o protótipo 1003 do AG600 concluído no aeroporto de Zhuhai, na China. Ao comparar as primeiras imagens da aeronave em 2016, é possível notar que a aeronave teve o seu nariz remodelado, com a sua ponta mais inclinada para baixo, bem como outros ajustes estruturais.

Considerada a maior aeronave anfíbia do mundo, o AVIC AG600 passou por cinco anos de desenvolvimento pela China Aviation Industry General Aircraft. A aeronave teve a montagem do primeiro protótipo em agosto de 2014, apresentado ao público pela primeira vez em julho de 2016.  

Com o seu voo inaugural em 2017, o AG600 foi designado para ser uma aeronave multimissão, podendo ser utilizada para vigilância marítima, detecção de recursos, combate aéreo a incêndios e o transporte de passageiros e de carga. 

Com um peso máximo de decolagem (MTOW) de quase 54 toneladas (53,5t) em pistas tradicionais ou 48,8 toneladas na água, o AG600 pode realizar as suas operações com pousos e decolagens em pistas pavimentadas ou em trechos de água com dois metros e meio de profundidade. 

 

8. Piloto é resgatado com vida após pousar na linha de trem, com resgate emocionante

Na tarde do último domingo (09), um avião de pequeno porte do modelo Cessna 172H se chocou contra um trem de passageiros em Pacoima, uma cidade de Los Angeles na Califórnia.

A aeronave teve problemas elétricos logo após a decolagem por volta das 14h30 (horário local) e precisou fazer um pouso nos trilhos do trem em um cruzamento com uma via de carros. O Cessna 172H de matrícula N8056L estava apenas com o piloto como ocupante.

A única vitima foi resgatada heroicamente pelos polícias de Los Angeles com diversos hematomas. O resgate feito de forma eficaz e rápida ajudou a preservar a vida do piloto de 70 anos de idade, segundo informações o estado de saúde dele é estável. Não houve informações se o piloto teve traumas após o acidente.

 

9. Embraer recebe mais encomendas para EVTOL e vende duas subsidiárias em Portugal

Embraer
Foto: Embraer

A Embraer anunciou nesta semana, através da sua subsidiária Eve, um acordo com a empresa de leasing Falko Regional Aircraft Limited para uma Carta de Intenções de encomendas para 200 aeronaves EVTOL, desenvolvida atualmente pela empresa brasileira.

A parceria entre Eve e Falko começará com o estabelecimento de um grupo de trabalho para colaborar com os operadores existentes da Falko no desenvolvimento inicial de rotas onde as aeronaves de Eve podem ser implantadas em mercados primários de utilização.

Além disso, nesta semana a Embraer também divulgou a venda das unidades industriais Embraer Metálicas e Embraer Compósitos, localizadas no Parque Industrial Aeronáutico de Évora, em Portugal, para a empresa Aernnova.

Produção de alguns componentes do KC-390 será realizada pela Aernnova.

O acordo contempla a venda de todas as ações das referidas subsidiárias da Embraer à Aernnova, pelo valor de US$ 172 milhões, sujeito a ajustes até a data de seu fechamento. O acordo tem como objetivo aumentar a capacidade de produção dos centros de excelência, cuja operação tem uma importância estratégica para os produtos atuais e futuros da Embraer.

Com 37.100 e 31.800 metros quadrados, respetivamente, e empregando cerca de 500 pessoas, as instalações combinam as tecnologias mais avançadas na fabricação de aeroestruturas metálicas e de compósitos com um elevado nível de digitalização e automação dos processos produtivos.

Nas duas fábricas são produzidos, entre outros, componentes para asas e estabilizadores verticais e horizontais para programas aeronáuticos da Embraer como os jatos executivos Praetor 500 e Praetor 600, as duas gerações da família de E-Jets de jatos comerciais e o jato multimissão KC-390 Millennium. As unidades industriais de Évora serão os maiores centros produtivos da Aernnova no mundo.

A Embraer continuará a fabricar componentes em Portugal, agora comprando diretamente da Aernnova, que passa a ser fornecedora de peças estruturais dessas aeronaves citadas anteriormente.

 

10. Airbus e Boeing apresentam os seus dados de entregas e encomendas em 2021

Nesta semana a Airbus e Boeing divulgaram seus dados básicos de entregas e encomendas acumuladas em 2021. 

Na Airbus a família A320neo registrou 489 entregas ao longo de 2021, acompanhada na sequência pela família A350 (55) e A220 (50). No total foram 611 entregas no último ano, acima da estimativa da empresa.

Já a Boeing, ainda com as entregas do 787 suspensas, teve como principal produto o 737 MAX, com 263 unidades entregues ao longo de 2021. O 767 vem logo em seguida na lista, com 32 unidades cargueiras, e mais 24 aviões Boeing 777. No total foram 340 entregas no último ano.

O A380 em seu último ano fabricado teve 5 unidades entregues, e a Boeing acelerou a fabricação do 747, entregando 7 unidades, sendo 3 entre outubro e dezembro.

As encomendas informadas são líquidas, considerando os cancelamentos. A Airbus acumula 7082 aviões que estão encomendados e devem ser entregues nos próximos anos.

 

Adicional: Não poderíamos encerrar sem falar da belíssima passagem do trimotor Tupolev Tu-154M pelo Brasil

Tupolev Tu-154M
Foto: Alexander Samsonov / JetPhotos

Nesta semana os apaixonados por aviões antigos puderam contemplar a vinda de um raro avião russo, a aeronave fez uma nova escala em Belém. O Tupolev Tu-154M é uma aeronave de fabricação russa que é equipada com três motores.

O Tupolev Tu-154M havia voado para o Brasil pela última vez em 2020, o jato russo que passou por Belém nos últimos dias pertence ao Federal Security Service of the Russian (FSB). Não há informações de qual tenha sido a carga ou o motivo da missão com a aeronave russa que tinha 14 tripulantes e 53 passageiros.

Confira no vídeo abaixo gravado por Thyago Thomas:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por AEROFLAP (@aeroflap)

A aeronave retorna de uma viagem para Venezuela e também de Cuba, percurso que também exigiu uma escala técnica em Belém na madrugada da última terça-feira (11). O avião russo de matrícula RA-85019 realizou a viagem de mais de 27 horas de viagem com quatro escalas.

Seus três motores Soloviev D-30KU-154 são similares aos que equipam o caça MiG-31, os sons soam como uma música para os apaixonados por aviação.

 

Artigos e Publicações Especiais

Nas ultimas semanas de dezembro correu a informação atualizada sobre toda a frota militar da Força Aérea da China e também da PLAN, a Marinha Chinesa. São 2800 aviões, e nós resumimos as características de quase todos os aviões da frota Clicando Aqui.

Em publicações especiais sobre o turismo, divulgadas em parceria, listamos 9 lugares para você conhecer no Verão, ou se desejar um destino diferente para a sua viagem, também pode conferir os nove lugares para conhecer em Dubai somente Clicando Aqui.

Infelizmente, os casos de aeronaves iluminadas por lasers são frequentes. O perigo que isso representa já é conhecido, especialmente nas fases críticas do voo, como pouso e decolagem. Mas você já pensou se isso acontecer com um avião militar?

Clique Aqui e confira no artigo do nosso redator Gabriel Centeno, publicado nesta semana com base em um acontecimento real.

 

NOSSOS TRÊS VÍDEOS DA SEMANA

Assim como nos artigos, tiramos um dia a mais para listar nos primeiros três vídeos postados em janeiro.

No primeiro descrevemos um pouco, com o auxílio de uma maquete da FAB, as novas tecnologias do Gripen E, novo caça da FAB que tem sua chegada ao Brasil marcada para as próximas semanas.

Se você sempre teve essa dúvida, nós listamos as 7 companhias aéreas que mais utilizam aviões da fabricante brasileira Embraer no mundo, e detalhe, com uma companhia aérea que já conhecemos bastante nesta lista.

O começo de um ano é sempre cheio de promessas, queremos cumprir elas ao máximo ao longo dos próximos 365 dias. Com esse pensamento na cabeça facilitamos a sua vida e visitamos novamente a FlyBSB, mas desta vez para conferir todos os requisitos para você que deseja ser um piloto de avião.

Confira no vídeo abaixo:

 

Resumo com colaboração dos editores Gabriel Centeno, Gabriel Melo, Gabriel Benevides e Pedro Viana.