Boeing 737 MAX
Foto - Paul Gordon/Boeing

Bem vindo ao resumo semanal de notícias do Portal Aeroflap. Aqui listamos para o nosso público os 10 assuntos principais da aviação nos últimos 7 dias, bem como nossos melhores artigos da semana.

Para essa postagem consideramos as matérias publicadas entre o período de 08 a 14 de maio, exatamente sete dias, e descontando o dia anterior ao de publicação do resumo, que é sempre aos domingos aqui no Portal Aeroflap.

Vamos começar com os principais assuntos?

 

  1. Itapemirim e Orbital estão com vagas abertas

Devido ao início das operações da Itapemirim Transportes Aéreos, que acontecerá em breve, a Orbital abriu vagas para diversos cargos de operação em solo.

A empresa foi contratada pela nova companhia aérea, a Itapemirim, para realizar os serviços de solo em vários aeroportos do Brasil. Todo o serviço de solo da ITA será terceirizado, seguindo o padrão de algumas companhias Low Cost no mundo.

Confira as vagas e os requisitos nas imagens da galeria abaixo:

Se você ficou interessado por se inscrever em algum cargo na Orbital, acesse o link e faça sua inscrição: https://bityli.com/1WGfE

A Itapemirim também abriu vagas para quatro cargos, sendo que estes serão contratados diretamente para atuar na nova companhia aérea. 

As vagas são para os seguintes cargos: Analistas de Recursos Humanos (1 vaga), Técnico em Segurança do Trabalho (3 vagas), Engenheiro de Segurança do Trabalho (1 vaga) e Almoxarife Jr (2 vagas).

Itapemirim ITA Transportes Aéreos Airbus A320

Além disso, no último domingo (09/05), a companhia recebeu o 2º avião da sua frota, um outro Airbus A320ceo, que no Brasil vai operar com a matrícula PS-AAF. O avião já estão em São José dos Campos, onde receberá personalizações de pintura e interior antes de operar pela companhia.

Você pode conferir mais sobre esses cargos Clicando Aqui.

 

2. Grande cargueiro Antonov An-124 ficou atolado no Aeroporto de Guarulhos

Antonov An-124 Guarulhos

Na última terça-feira (11/05), um Antonov An-124 ultrapassou em poucos metros o final da pista 09L-27R do Aeroporto de Guarulhos, logo após pousar no local. 

A aeronave se aproximou para pouso em Guarulhos perto das 04h45, com a torre autorizando o pouso que foi realizado às 04h49, com condições de baixa visibilidade já previamente informadas.

Pouco depois do pouso, os tripulantes do An-124 solicitaram ajuda devido a um problema: O avião extrapolou um pouco os limites de pista, como podemos ver na foto acima, e ficou preso na grama úmida do local. Um trabalho que durou exatamente duas horas então foi iniciado para remover o gigante cargueiro do local.

O Antonov An-124 foi retirado em duas horas do local, e sua carga foi normalmente descartada em solo. A pista 09L-27R, que tem 3700 metros de comprimento, foi liberada para pousos e decolagens em seguida.

Veja mais Clicando Aqui.

 

3. FAB recebe autorização do Ministério da Defesa para buscar duas aeronaves de reabastecimento em voo

Airbus A330 MRTT FAB

Em um documento publicado no Diário Oficial da União na última segunda-feira (10), o Ministério da Defesa autorizou a Força Aérea Brasileira a adquirir duas aeronaves de reabastecimento em voo usadas. 

O documento também retira a exigência de acordos de compensação comercial, tecnológica ou industrial do Projeto KC-X3, como o Comando da Aeronáutica chama o processo.

Agora, o Comando da Aeronáutica deve buscar duas aeronaves usadas no mercado internacional. Atualmente, os dois principais aviões de transporte e reabastecimento em voo estratégicos disponíveis no mercado são o Boeing KC-46 Pegasus e o Airbus A330 MRTT (Multi-Role Tanker Transport), apesar do documento não especificar nenhum modelo. 

Veja mais Clicando Aqui.

 

4. Globalia volta a demonstrar interesse em operar voos domésticos no Brasil

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, se reuniu no dia 08 de maio, em Punta Cana (República Dominicana), com o presidente da Globalia Corporacion Empresarial, Juan José Hidalgo.

A conversa que abordou muitos pontos do turismo no Brasil, e também teve como pauta o desejo da empresa de fundar uma companhia aérea no país.

Para Juan José “Pepe” Hidalgo, presidente da Globalia, não existe outro país na América Latina com mais força para a atração de turistas estrangeiros do que o Brasil e salientou a relevância de promoção dos destinos brasileiros não somente na Espanha, mas em toda a Europa.

Para Pepe, se houver apoio do governo brasileiro, o grupo trabalhará para levar uma empresa aérea para voar no país.

“Se conseguirem ter uma empresa com baixo custo, o Brasil teria uma nova companhia aérea forte”, afirmou.

A Globalia tem interesse em abrir uma companhia Low Cost no Brasil desde 2019, quando as primeiras conversas começaram com o governo brasileiro. A empresa atualmente está repassando a Air Europa para a Iberia, através de uma venda bilionária.

 

5. Duas aeronaves colidem em voo em Denver nos EUA

Key Lime Air Swearingen SA-226 Metro I
Foto: Divulgação

Na última quarta-feira (12/05) duas aeronaves colidiram no ar em Denver no estado do Colorado nos Estados Unidos. Uma das aeronaves envolvidas é um Swearingen SA-226 Metro II de matrícula N280KL operado pela Key Lime Air.

O N280KL estava em aproximação final para o Aeroporto de Centenário de Denver nos EUA à uma altitude de 6.400 pés. A aeronave foi autorizada a pousar pela pista 17L. A outra aeronave um Cirrus SR22 de matrícula N416DJ foi autorizado a pousar pela pista 17R, o monomotor realizava aproximação também a 6.400 pés.

Foto: Divulgação

As duas aeronaves estavam na mesma altitude e também voando ao norte do Aeroporto Centenário de Denver. O Cirrus acabou atingindo o Swearingen SA-226, imediatamente o motor direito da aeronave apresentou falhas após a colisão, a tripulação declarou emergência e conseguiu pousar a aeronave em segurança.

O piloto do Cirrus acionou o paraquedas e conseguiu tocar o solo com segurança. A bordo do Cirrus estavam duas pessoas, já o Swearingen estava apenas com a tripulação técnica transportando cargas, não houve feridos.

 

6. LATAM Brasil conclui terceirização de equipes de solo em “todos os aeroportos”

Despedida dos funcionários como “da equipe LATAM”.

Ao longo desta semana, a LATAM concluiu a terceirização dos serviços de solo em 41 aeroportos de todo o país, dos 44 aeroportos em que opera atualmente.

Em 2018 a LATAM começou a terceirizar os serviços de solo nos principais aeroportos do país, começando pelo hub da empresa, em Guarulhos. Na época a companhia demitiu 1300 trabalhadores em dois aeroportos de atuação da empresa, Galeão e Guarulhos.

Nesse processo de terceirização a companhia só não prevê ter mão de obra de outras empresas nos Aeroportos de Brasília, Congonhas e Santos Dumont. Nos outros 41 destinos as operações de rampa, limpeza e atendimento aos aviões em solo com equipamentos de Ground Handling, serão realizadas por empresas como a Dnata, Real Aviation, In Solo e RPAATA.

 

7. Esquadrilha da Fumaça sobrevoa Usina de Itaipu em homenagem ao aniversário da hidrelétrica

Os A-29 do EDA riscam os céus sobre a Itaipu. Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Na quarta (12) e quinta-feira (13), as aeronaves A-29 Super Tucano da Esquadrilha da Fumaça sobrevoaram aas Cataratas do Iguaçu, o Marco das Três Fronteiras, a Ponte da Amizade e a Itaipu Binacional, usina hidrelétrica que completa 47 anos na próxima segunda-feira (17).

Além da usina, o próprio Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), como a Esquadrilha é chamada oficialmente, também está de aniversário: a unidade celebra 69 anos nesta sexta-feira. 

Os sobrevoos não foram apresentações típicas do EDA, como as vistas em shows aéreos e eventos de portões abertos, com diversas acrobacias. Desta vez, as passagens dos A-29 da Fumaça vieram com o objetivo de retomar os voos e captar imagens das aeronaves sobre as cataratas mundialmente famosas e Itaipu, a segunda maior hidrelétrica do mundo.

 

8. Boeing 737 MAX está de volta, pelo menos nos Estados Unidos

Boeing 737 MAX

A FAA (Federal Aviation Administration) autorizou na noite desta última quarta-feira (12) os procedimentos de reparo para o Boeing 737 MAX, resolvendo as questões dos problemas no sistema elétrico da aeronave.

Anteriormente a agência pediu uma revisão para a Boeing de um boletim de serviço lançado para as companhias aéreas. Na ocasião, a fabricante precisava descrever como vários subsistemas do 737 MAX não serão afetados pelas correções apresentadas pela fabricante aos operados.

Como resultado da aprovação da FAA, a Boeing começou a enviar para as companhias aéreas dos EUA um boletim de serviço sobre as correções que as empresas precisam realizar no 737 MAX.

Mais de 60 aviões estão atualmente fora de serviço nos EUA devido aos problemas de aterramento no sistema elétrico do 737 MAX. Em todo o mundo mais de 109 aviões foram afetados pelo problema, no entanto, esses outros 49 aviões dependem da aprovação desse boletim de serviço por outras agências regulamentadoras para o retorno dos aviões ao serviço.

Veja mais Clicando Aqui.

 

9. Alaska Group encomenda mais 17 aviões Embraer E175

Alaska Airlines Embraer E175

A Embraer anunciou a venda de oito novos jatos E175 para a SkyWest (NASDAQ: SKYW) para operação pela Alaska Airlines, somando-se a outros 32 jatos E175 da SkyWest que já operam na frota da companhia.

No mesmo dia o Alaska Group anunciou a venda de nove novos jatos E175 para o Grupo Alaska Air e sua subsidiária Horizon Air. As aeronaves E175 voarão exclusivamente com a Alaska Airlines, sob um acordo de compra de capacidade (CPA-Capacity Purchase Agreement, em inglês).

Os dois contratos somados resultam em um acordo que supera US$ 850 milhões. As entregas serão iniciadas a partir de 2022.

As aeronaves vão operar na frota regional da companhia, através das parceiras, como rege a lei de incentivo à aviação regional nos EUA. O interior contará com 76 assentos em três classes.

 

10. Piloto de A-10 é condecorada após realizar pouso de emergência

O A-10C da Cap. Bye na pista da Base Aérea de Moody, em 07 de abril de 2020. Foto: Andrea Jenkins/USAF.

Uma piloto de A-10C Thunderbolt II da Força Aérea dos EUA (USAF) foi condecorada na última quarta-feira (05) por realizar um pouso de emergência depois que uma falha catastrófica no canhão do jato de ataque arrancou o canopy e diversos painéis do avião e ainda travou os trens de pouso. 

No dia 07 de abril de 2020, a Capitão Taylor Bye do 75º Esquadrão de Caça (75th FS) da Base Aérea de Moody (estado americano da Geórgia), ao tentar disparar o canhão rotativo GAU-8/A Avenger em um treinamento no campo de tiro de Grand Bay, enfrentou uma falha que resultou no desprendimento da capota e diversos painéis da fuselagem do avião.

A Capitão Taylor Bye, condecorada na semana passada por pousar um A-10C sem canopy e com pane nos trens de pouso. Foto: Airman 1st Class Briana Beavers/USAF.

Mesmo com vários problemas, a piloto foi capaz de realizar um pouso de barriga, com danos mínimos à pista e à própria aeronave. Por suas ações bem-sucedidas no ano passado, ela foi condecorada na semana passada com o prêmio Air Combat Command Airmanship.

Veja mais sobre essa história Clicando Aqui.

 

ARTIGOS

Nesta semana publicamos dois artigos de destaque aqui no Portal Aeroflap, além de um vídeo sobre a História da Aviação.

Militares do 4477th TES com o F-5E 14-01557. Foto: USAF via Wikimedia.

No primeiro artigo abordamos sobre a história de um F-5 da FAB que pode ter voado nos Estados Unidos, na década de 80, com caças MiG fabricados na União Soviética.

Você pode ver esse artigo Clicando Aqui.

Em um outro artigo abordamos sobre o projeto do Antonov An-218, a proposta da empresa para concorrer na época com o Boeing 777, que estava sendo desenvolvido pela Boeing desde o final da década de 80.

O avião se situava entre o Airbus A330 e o Boeing 777-200, em termos de tamanho, mas de qualquer modo, era uma aposta ousada de uma fabricante do “oriente”.

Você pode ver esse artigo Clicando Aqui.

No vídeo abaixo também falamos de outro projeto que não saiu do papel, um Boeing 747 de três motores, que deveria concorrer com o Douglas DC-10 e o Lockheed Tristar.

 

Resumo com colaboração dos editores Gabriel Centeno, Gabriel Melo e Pedro Viana.