Gripen E da FAB decolando da fábrica da SAAB para seu primeiro voo- Foto: SAAB

Ontem aconteceu o voo inaugural do primeiro Gripen E da FAB. O voo marca o início de vários testes com o primeiro caça brasileiro que deverá ser entregue a FAB em 2021 e em 2024 chegam as unidades construídas em território nacional.

A duração do voo foi de 65 minutos e incluiu testes de manobrabilidade e qualidade de voo em diferentes altitudes e velocidades. O principal objetivo foi verificar que o comportamento da aeronave estava de acordo com as expectativas.

Gripen E da FAB faz primeiro voo na Suécia- Foto: SAAB

“Como piloto, foi uma grande honra voar o primeiro Gripen E Brasileiro, pois eu sei o quanto isso representa para a Força Aérea Brasileira e todos da Saab e de nossos parceiros brasileiros. O voo foi tranquilo e a aeronave se comportou exatamente como ensaiamos nas bancadas de testes e nos simuladores”, disse o piloto de testes da Saab, Richard Ljungberg.

Hoje novas imagens do primeiro voo foram divulgadas pela SAAB. O que chama a atenção no caça são as cores na fuselagem e a bandeira brasileira no estabilizador vertical.

Gripen E da FAB decolando para seu voo inaugural-Foto: SAAB

Até que seja entregue vários testes de sensores, manobrabilidade, dos equipamentos tecnológicos, bem como de armamentos serão testados para que tudo saia certo neste período de testes.

Ao todo a FAB encomendou 36 unidades do Gripen E, sendo algumas da versão F (biposta). A fabricação dos caças acontecerá tanto na Suécia, na fábrica da SAAB em Linköping, quanto em Gavião Peixoto-SP, na unidade da Embraer responsável por fabricar o novo caça da FAB em solo nacional.

Vídeo do voo inaugural Gripen E (F-39) da FAB:

Gripen NG em meio ao cerrado brasileiro:

O fator Transferência de Tecnologia foi crucial para a FAB escolher o caça em 2013. Na época o caça concorria com outros dois, sendo um o norte-americano Boeing F/A-18 Super Hornet e o francês, Dassault Rafale. A FAB após um período de grande estudo escolheu o sueco Gripen NG, onde o Brasil terá acesso livre na tecnologia para assim fortalecer mais a indústria aeronáutica brasileira. 

ALA2 , em Anápolis- GO será o lar de 3 importantes aeronaves da FAB-Foto: FAB- Sargento Clemente

Os 36 caças ficarão sediados na ALA-2 em Anápolis-GO, sob comando do 1º GDA que atualmente tem os caças F-5EM/FM.A medida que a frota de Gripens E/F (F-39 como será chamado na FAB) for chegando, será feita a substituição. A ALA 2 também será o lar de outra importante aeronave, o Embraer KC-390, cujo a primeira aeronave está prevista a ser entregue à FAB em setembro deste ano. As 28 unidades do cargueiro tático operacional farão parte do 1º GTT ( 1º Grupo de Transporte de Tropas).

O primeiro KC-390 deverá ser entregue a FAB no mês de setembro. Foto – Embraer/Reprodução

Completando a lista de novas aeronaves a operarem na ALA 2, tem o E-99M, o avião-radar da FAB que está sendo modernizado para os padrões atuais, já tinha como lar a base localizada no planalto central, sob comando do Esquadrão Guardião, que começará a receber os aviões modernizados.

E-99M Foto – FAB

Com a ALA-2 completa com as novas aeronaves passará a ocupar um status de suma importância para a FAB. Sendo um porta de saída estratégica para que as aeronaves se desloquem para qualquer região do país.

Fonte de apoio: SAAB / Edição: Aeroflap