Confira o novo Manual de Cursos para profissionais da aviação civil

Os profissionais da aviação civil ganharam um reforço importante para a formação neste ano: o novo Manual de Cursos da ANAC (IS 141-007), que está disponível no site da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Foram condensados em um único documento os conteúdos de 14 manuais e de outros normativos que, juntos, somavam mais de 1.500 páginas.

A publicação atualiza o conteúdo de manuais de cursos (alguns vigentes desde os anos 1990) com foco na qualidade, segurança e flexibilização para montagem de programas de formação de profissionais nos Centros de Instrução de Aviação Civil (CIACs). O material ganhou formato amigável e dinâmico, contendo figuras, fotos, ilustrações da Galeria Crescenti, diagramação e hiperlinks.

A Instrução Suplementar (IS 141-007) representa um marco na formação dos profissionais da aviação civil. Houve desburocratização e harmonia da IS com os Regulamentos Brasileiros de Aviação Civil (RBAC nº 61 e nº 65) e com o Regulamento Brasileiro de Homologação Aeronáutica (RBHA nº 63), este último passando pelo processo de atualização. Outro ponto importante do Manual é o Programa de Qualidade na Instrução (PQI), que consiste na classificação dos programas de instrução com a concessão de um selo (estrelas) da ANAC para as instituições cujos programas extrapolarem o mínimo previsto na IS e entregarem mais ferramentas que assegurem a qualidade da instrução.  

Para saber mais sobre o novo Manual de Cursos da ANAC, assista ao Webinar Segurança em Foco da ANAC: novo Manual de Cursos, que foi realizado, em junho, para apresentar e esclarecer as principais dúvidas sobre o novo documento. 

 

Formação profissional 

No último ano, a ANAC vem revendo e aprimorando os processos de formação voltados aos profissionais da aviação civil.

Em outubro, foi criada a Superintendência de Pessoal da Aviação Civil (SPL), responsável pelos procedimentos de formação dos profissionais.


Outras iniciativas também estão em andamento e fazem parte do Programa Voo Simples como a ampliação do número de salas de provas, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a revisão do RBAC 61, com a proposta do fim da validade para habilitações, além da ampliação do prazo de treinamento em simulador.

A Agência também está aperfeiçoando as páginas informativas para Exames Teóricos e Exames Práticos, e facilitando o acesso às escolas credenciadas pela ANAC e aos cursos oferecidos.

 

Via – ANAC

DEIXE UMA RESPOSTA