Challenger Madero Junior Durski
Foto: Junior Durski/Reprodução

Certamente você já deve ter ido ou ouvido falar nos Restaurantes Madero, fundada pelo empresário Júnior Durski. O grupo possui mais de 200 lojas espalhadas pelo Brasil, e para estar sempre presente o empresário conta com uma frota de aeronaves para facilitar seu deslocamento.

As aeronaves de Júnior Durski permitiram que o empresário pudesse transportar mercadorias em diversas localidades, além de ir para compromissos de negócios de seus restaurantes.

Atualmente a frota de aeronaves do fundador do Grupo Madero conta com um jato executivo e um helicóptero particular. Apesar de ter apenas duas aeronaves, outros modelos também já foram usados por Durski.

 

Piper PA-28 140 Cherokee e Cessna C210

https://www.instagram.com/p/B89Wa_NFDiL/

Este foi o primeiro avião de Júnior Durski, adquirido por volta de 2010. Hoje é uma das aeronaves mais utilizadas na aviação geral no mundo todo, desde 1960 quando começou a ser fabricada, o PA-28 já acumula mais de 32 mil entregas.

Além de ser utilizada para chegar em locais mais difíceis com pista de terra, também é utilizado para treinamento de pilotos em formação. Atualmente o PT-DPU, que foi o primeiro avião do fundador do Madero está sendo utilizado pela Escola de Aviação Civil de Canela para treinamento de pilotos.

Além do Piper, o Madero também teve a partir de 2011, um Cessna C210, utilizado para transporte de mercadorias para locais de difícil acesso.

 

Learjet 40

Outro avião que fez parte da frota de Júnior Durski foi o Learjet 40 de matrícula PR-WSB. Com a pintura predominante preta, a aeronave recebeu títulos do Madero na cor branca e dourada para dar um bonito contraste. 

Learjet Madero jato executivo
Foto: Emerson Farias/@emersonfariasr

Com capacidade para sete passageiros, o Learjet 40 pode voar em uma distância de até 3.150km. Esse é um dos jatos executivos mais utilizados do mundo, pela sua confiabilidade e versatilidade para operar. 

O PR-WSB é um avião fabricado em 2003, tendo sido adquirido em 2017 por Júnior Durski. A aeronave ficou em operação para o empresário por quase quatro anos, atualmente opera para uma empresa de voos executivos fretados.

Nos dias atuais, o valor de compra para o Learjet pode variar entre R$ 10 milhões e R$ 30 milhões. 

https://www.instagram.com/p/BYwAujJnIRe/

 

Learjet 60

Em 2019 uma grande expansão da frota foi iniciada, começando pela aquisição do moderno e confortável Learjet 60. 

O Bombardier Learjet 60XR é um jato executivo de porte médio, com capacidade para transportar até oito passageiros. O Learjet 60XR pode voar até uma distância de 4.478km sem escalas.

O avião utilizado pelo dono do Grupo Madero foi o PR-MLR, que foi fabricado em 2008 e inicialmente operou pela OceanAir Táxi Aéreo. Foi adquirido por Durski em 2019, e atualmente parece não voar mais para o empresário.

Tradicionalmente o avião recebeu os títulos do Madero em sua fuselagem predominante da cor branca com uma lista azul que percorre todo o avião. O Learjet 60XR é equipado com dois motores Pratt & Whitney, o valor do jato é de aproximadamente US$ 13 milhões, o equivalente a 61 milhões de reais.

https://www.instagram.com/p/B7edRTAFxMV/

 

McDonnell Douglas MD-902

Calma, você leu certo mas pode ter entendido errado, o empresário não comprou um avião McDonnell Douglas e sim um helicóptero da fabricante norte-americana. 

o MD-902 Explore é um helicóptero bimotor multifuncional equipado com motores Pratt & Whitney, pode transportar até seis passageiros além dos dois tripulantes. O McDonnell Douglas MD-902 pode voar a uma distância de 500km aproximadamente. 

Atualmente o dono da Rede Madero e também do Jeronimo, possui um que opera sob a matrícula PR-NYI. Fabricado em 2013, o empresário adquiriu o helicóptero em 2019 e está em operação atualmente com os títulos do Madero.

 

Bombardier Challenger 350

A mais recente aquisição de Júnior Durski foi o Bombardier Challenger 350, avaliado em 26,7 milhões de dólares, equivalente a 127 milhões de reais. 

O Challenger 350 operado pelo dono do Madero pode transportar até 10 passageiros, voando a uma distância máxima de 2.780km. A aeronave que opera hoje sob a matrícula PS-JRD, foi adquirida em 2020.

O Bombardier Challenger 350 se tornou o jato de negócios mais vendido do mundo desde 2014 quando foi apresentado ao mercado, somente em 2019 foram entregues mais de 50 aviões do tipo.

https://www.instagram.com/p/CMN0LGOlSdE/

https://www.instagram.com/p/B9fFTdUFNWS/

https://www.instagram.com/p/COjSFpUlaPU/