Foto - Boeing/Divulgação

Um Boeing 777 da ANA está levando passageiros em uma viagem “para o passado”.

O voo NH 106 decola às 00h05 do dia 1º de janeiro de Tóquio, bem, você não terá participado de nenhuma cerimônia, mas poderá ver os fogos de artifício em Tóquio de uma posição privilegiada.

Os passageiros a bordo do NH 106 terão visto o ano novo, dormiram um pouco e desfrutaram do primeiro café da manhã de 2020. Quando saírem do voo, terão tempo para tomar banho e se trocar, pronto para ver o ano novo novamente.

Após nove horas e 55 minutos de voo, o avião está programado para pousar às 17h00 em Los Angeles (LAX) na véspera de Ano Novo, dia 31 de dezembro.

Além disso, a United tem um voo semelhante, entre Guam e Honolulu, no Pacífico, o UA 200, que também possibilita esse mesmo efeito de volta ao ano velho, decolando às 07h40 do dia 1º, e pousando no Havaí às 18h45 do dia 31 de dezembro.

Logo voo da United tem quase 17 horas de duração, adiantando o seu calendário.

A United Airlines também tem um voo onde você pode “pular” o ano novo, ou passar ele dentro de uma aeronave. O voo UA 101, de Houston para Sidney (Austrália), decolou no dia 30 de dezembro, com pouso em Sidney às 07h00 do dia 1º de janeiro.

Normalmente, pela baixa ocupação, esses voos que “atravessam” o ano novo costumam ter tarifas menores, em comparação com voos operados nas vésperas.