Foto - Cessna/Reprodução

A Textron Aviation está dando mais um passo em sua rápida reestruturação administrativa e financeira, e promete que até o dia 31 de dezembro precisará desligar 875 funcionários.

A reestruturação impacta principalmente a Textron Aviation e a divisão industrial da Textron, que fabrica veículos terrestres, como motos de neve e veículos utilitários.

A Textron Aviation, com sede em Wichita, que emprega mais de 13.000 pessoas, se recusa a especificar como o corte de 875 funcionários afetarão seus negócios.

O anúncio da Textron ocorre quase dois meses depois que a fabricante de aviões executivos Gulfstream revelou que estava demitindo 446 funcionários.

A Textron atribui as demissões da unidade Textron Aviation em parte ao desenvolvimento concluído do jato executivo Longitude.

Esses cortes estão “relacionados principalmente a posições de engenharia, refletindo a conclusão das atividades de certificação Longitude e requisitos reduzidos para programas de desenvolvimento em andamento”, acrescenta.

A Textron espera que o total de 875 cortes de empregos custará US$ 40 a 45 milhões em indenizações e despesas relacionadas no quarto trimestre.


Em uma declaração à FlightGlobal, a Textron Aviation descreve os cortes como parte de um esforço para “continuar a operar com eficiência”.

“No mês passado, a Textron Aviation ofereceu um programa de aposentadoria voluntária, com elegibilidade limitada apenas para funcionários isentos assalariados”, diz o documento. “A Textron Aviation permanece focada em nosso plano estratégico de força de trabalho a longo prazo e continuará contratando conforme necessário para cargos avançados de manufatura de aviação, como compósitos, ferramentas, mecânica [de fuselagem e aeronave], técnicos de aviônica e outros trabalhos de manufatura direta e suporte ao cliente.”

DEIXE UMA RESPOSTA