Copa Airlines Boeing 737 MAX
Foto: Copa Airlines

A Copa Airlines realizou um voo comercial de demonstração com combustível de aviação sustentável (SAF) em 7 de junho de 2022.

O voo CM303 para o Panamá (PTY) fez parte de uma iniciativa do setor de aviação, organizada pela IATA e pela Boeing, para usar SAF ou combustível de aviação sustentável, em voos selecionados do Aeroporto Internacional de Los Angeles (LAX), Califórnia. Essa iniciativa reafirma o compromisso do setor de aviação e da Copa Airlines com a sustentabilidade e a meta de ser neutra em carbono até 2050.

Fornecido pela empresa World Energy, que é pioneira na geração de energia renovável e possui a única refinaria SAF da América, localizada em Paramount, Califórnia, a Copa adquiriu 39.000 libras de SAF para o voo CM303 em 7 de junho de 2022, operado por uma aeronave Boeing modelo 737-MAX9 na rota Los Angeles (LAX) – Panamá (PTY). Como resultado desta ação, que foi realizada em conjunto com outras sete companhias aéreas durante a Cúpula das Américas, reflete-se uma redução nas emissões de 472.500 libras de CO2.

Este voo ocorre no âmbito de várias reuniões realizadas pela indústria da aviação comercial, com a participação da Copa Airlines e de outras companhias aéreas, para definir estratégias que contribuam para a meta de zero emissões líquidas na aviação comercial até 2050.

Alcançar a meta ambiciosa de zero emissões líquidas até 2050 exigirá a união de toda a indústria, incluindo governos, reguladores, fabricantes e fornecedores, para garantir o fornecimento e a disponibilidade de combustíveis de aviação sustentáveis ​​(SAF), o uso eficiente do espaço aéreo e o investimento em novas tecnologias de aviação, entre outros.

Consciente de seu papel no setor, a Copa Airlines continua implementando iniciativas voltadas à eficiência das operações de voo e uso de combustível, gestão eficiente de resíduos, substituição de produtos plásticos descartáveis, entre outros, a fim de reduzir o impacto da sua operação no meio ambiente.

Via: Copa Airlines