Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Militares do Exército Americano carregando um míssil AGM-114 Hellfire em um AH-64 Apache. Foto: US Army.

O Departamento de Estado dos EUA, através da Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA), aprovou a venda de 288 mísseis ar-solo AGM-114R Hellfire para a Coreia do Sul. O contrato avaliado em US$ 36 milhões também prevê o fornecimento de peças sobressalentes, estocagem, suporte técnico e demais itens de apoio logístico. 

Os mísseis guiados por laser semi-ativo serão fornecidos pela Lockheed Martin. A possível aquisição poderá reforçar o arsenal dos helicópteros AH-64E Apache Guardian do Exército Sul-Coreano, que opera 36 unidades do modelo.

AH-64E Apache Guardian do Exército Sul-Coreano. Foto via Asia Economy,

Segundo o comunicado da DSCA, a Coreia do Sul costuma solicitar acordos de compensação, o que será discutido entre a Lockheed e o governo do país. 

Em serviço desde a década de 1980, o Hellfire é um míssil ar-solo que pode ser empregado por diversas plataformas, especialmente as de asas rotativas, sendo o helicóptero de ataque Apache um dos principais usuários desse armamento. 

Além do Hellfire, o Apache também usa foguetes de 70mm, mísseis ar-ar Stinger, mísseis ar-solo Spike e o canhão M230 de 30mm. A Coreia do Sul recebeu os seus primeiros AH-64E em 2016.