Coronavírus faz Singapore acelerar aposentadoria do Boeing 777-200ER

Em meio a uma grande crise no setor aéreo, a Singapore Airlines optou por aposentar seus 777-200ER antes do esperado. A medida ocorre enquanto o vírus continua a se espalhar globalmente, forçando as companhias aéreas a cancelar voos e reduzir custos.

Atualmente a empresa opera 4 aeronaves Boeing 777-200ER. O tipo de aeronave é o mais antigo da frota da companhia aérea, com uma média de 17,6 anos. Antes das mudanças no cronograma, o avião era usado para atender rotas de médio curso na Ásia. A Singapore Airlines planeja substituir o 777-200ER pelo novo Boeing 787-10.

A Singapore Airlines originalmente planejava aposentar o avião no final de maio. No entanto, os cancelamentos de voos devido ao coronavírus pareciam ter subido nessa linha do tempo. 

A companhia aérea já agendou o último voo do avião em 20 de abril. Isso pode ocasionar alterações adicionais, pois mais ajustes nos serviços podem ser esperados nos próximos meses.

A companhia aérea introduziu vários aviões A350 e 787-10 nos últimos anos, que assumiram as rotas de longo e médio curso de aviões como os 777 e A330. Atualmente, a transportadora mantém uma frota de 137 aeronaves, com 48 aeronaves A350-900 em serviço.

 

DEIXE UMA RESPOSTA