Coronavirus leva China Airlines a suspender o serviço de bordo

Foto - Divulgação

Na tentativa de combater a disseminação do coronavírus, a China Airlines e suas afiliadas, a Tigerair Taiwan e a Mandarin Airlines não oferecerão mais serviços de bordo em voos para Hong Kong e Macau.

A decisão de suspender os serviços de alimentos e bebidas, juntamente com a distribuição de cobertores, almofadas e jornais às ex-colônias britânicas e portuguesas, segue agora com o cancelamento de voos para a China.

As novas medidas foram projetadas para tentar limitar o risco de passageiros e tripulantes serem infectados pelo vírus mortal, eliminando o contato desnecessário.

China Airlines disse aos passageiros para trazer uma garrafa térmica

Em vez de refeições quentes, os passageiros receberão lancheiras de papel descartáveis ou alimentos dentro de sacos de papel, com apenas pessoas optando por refeições vegetarianas especiais encomendadas não sendo afetadas.

A China Airlines também está incentivando os passageiros a trazer seus próprios recipientes térmicos a bordo, se quiserem tomar uma bebida quente. A companhia aérea também disse que, em todos os voos, as bandejas dobráveis, apoios de braços e assentos vão ser desinfectados.

O Taiwan News divulgou o anúncio da maior companhia aérea de Taiwan, dizendo que os únicos voos sem serviço de bordo seriam os de Hong Kong e Macau.


 

DEIXE UMA RESPOSTA