Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

GOL Boeing 737 MAX
Foto: Gabriel Melo

Com toda certeza você já recebeu uma mensagem SMS bem diferente, dizendo algo sobre seu acesso à suas contas bancárias ou para refazer sua senha de acesso. Agora um golpe semelhante chega aos pontos ou milhas dos clientes, através dos pontos gerados pelo cartão de crédito.

A mensagem é semelhante, o criminoso manda um SMS avisando que o cliente tem pontos que estão bem próximos de sua validade. Para realizar o resgate e não perde-las, o cliente é instruído a clicar no link para resgatar as milhas ou pontos ou transferi-las para algum dos programas de milhagem como o Smiles, TudoAzul e LATAM Pass. 

Como parte do golpe, o criminoso tenta fazer com que a vitima não perca tempo e seja induzida a clicar no link. Ao acessar o link, a vitima precisa colocar seus dados pessoais e seus dados do cartão de crédito, porém o site não é verdadeiro e com isso leva os criminosos a conseguirem acesso e roubar o máximo de dinheiro possível da vitima. 

Segundo um especialista no assunto, os criminosos mandam diversas mensagens sem fazer uma ‘triagem’ de cada cliente, buscando informações se um determinado cliente tem conta naquele banco ou cartão daquela instituição. 

Imagem: Reprodução / Twitter

“Boa parte das campanhas não chega nem a durar semanas, algumas delas ficam no ar apenas por algumas horas, e ainda assim este tempo é o suficiente para que vítimas caiam no golpe”, disse um especialista da ESET.

 

O que fazer para não cair no golpe?

O especialista deu algumas dicas para que o usuário não seja prejudicado nesse ou em qualquer outro golpe. Primeiro, não se deve seguir as orientações dadas na mensagem, mesmo que possa estar parecendo bem real a informação. Mensagens oficiais das instituições, normalmente orientam os clientes a entrar em contato e não a clicar em algum link no corpo da mensagem.

Observe atentamente as informações, principalmente aquelas que se tratar de pedir atualização de seus dados pessoais ou de cadastro. Importante observar também se a mensagem chega por contatos já salvos que podem ter o número clonado.

Um detector de spam e outras mensagens com possível conteúdo malicioso, podem ser detectados pelo sistema de proteção no próprio celular ou em alguns antivírus instalados pelo próprio usuário.  

 

Fonte: TecnoBlog

DEIXE UMA RESPOSTA