A Voom, uma empresa de táxi-aéreo com foco na mobilidade urbana, anunciou hoje (30) que está encerrando as suas operações em todo o mundo, incluindo na filial brasileira.

A empresa lançou uma nota sobre o cancelamento das suas operações. Veja abaixo:

No início de 2016, fundamos a Voom, uma subsidiária da Airbus, com a ambição de democratizar o acesso aos céus e transformar a maneira como as pessoas se locomovem em ambientes urbanos. Quatro anos depois, transportamos mais de 15.000 passageiros em três das áreas metropolitanas mais populosas e congestionadas do mundo.

Escalar globalmente não é fácil para nenhum negócio, e descobrimos que isso é especialmente verdade em um setor caro, com um modelo verdadeiramente transformador para a Airbus e o mercado de transporte como um todo. Junte essas verdades à recente pandemia do COVID-19, e fomos confrontados com algumas escolhas difíceis, como muitas empresas hoje em dia. Em 23 de março, fomos forçados a interromper as operações globais devido ao vírus e hoje tomamos a difícil decisão de que a Voom não retomará suas operações.

Gostaríamos de agradecer por confiar em nós ao longo dos anos. Sentimo-nos honrados por você ter escolhido nosso serviço para percorrer cidades congestionadas e esperamos que você sempre se lembre da experiência de voo com a Voom.

A Voom foi construída e cultivada por um incrível grupo de indivíduos talentosos, diversos, entusiastas da aviação e apaixonados pela mobilidade aérea urbana. Juntos, trabalhamos duro ao longo dos anos para melhorar a vida das pessoas, dando-lhes acesso ao céu urbano.

Obrigado a todos que fizeram parte desta aventura fascinante conosco. Foi uma jornada incrível! Este foi apenas um capítulo da mobilidade aérea urbana, com muito mais por vir.


Clément Monnet,
CEO

DEIXE UMA RESPOSTA