Delta acrescenta novas medidas para reforçar a segurança dos passageiros

Foto - Delta Airlines

A partir desta semana, a tecnologia antimicrobiana nos pontos de verificação de segurança dos aeroportos está tornando a experiência pré-embarque em alguns hubs da Delta ainda mais segura. Graças aos novos recipientes de segurança feitos com um material antimicrobiano inovador, os viajantes podem ter a certeza de que seus pertences permanecerão limpos e protegidos ao passarem por esse processo.

Em parceria com a Administração de Segurança dos Transportes, a Delta está lançando essas caixas antimicrobianas para uso nas esteiras de triagem automatizadas em Atlanta, Minneapolis/St. Paul, Los Angeles, Nova York-LaGuardia e Nova York-JFK, processo que começa esta semana e continuará ao longo do mês de setembro. A companhia avaliará as oportunidades de expansão para outros mercados após o lançamento nessas cidades.

Os novos recipientes evitam o crescimento de um amplo espectro de bactérias por meio de uma tecnologia antimicrobiana, que é incorporada à peça e minimiza continuamente a presença de micróbios ao longo do ciclo de vida da caixa. Uma cor preta elegante e indicadores nas alças do acessório ajudarão os clientes a saber que seus pertences estão passando pelo posto de controle de segurança resguardados por essa nova solução.

Essa inovação em segurança baseia- se no programa Delta CareStandard (Padrão Delta de Atendimento*) e é o mais recente avanço na parceria entre a empresa aérea e a TSA para melhorar a experiência do cliente, que anteriormente incluiu o lançamento do primeiro terminal biométrico e o trabalho conjunto para acelerar as filas de segurança internacionais em Atlanta.

A TSA também continua a ajustar suas operações de segurança durante a pandemia, implementando medidas proativas e de proteção nos pontos de checagem para tornar o processo de inspeção mais seguro, incluindo equipamentos de triagem de alta sensibilidade ao toque e uso de caixas que são limpas de hora em hora, enquanto outras superfícies são higienizadas diariamente ou conforme o necessário nos aeroportos dos Estados Unidos. 

A nova Divisão de Limpeza Global da Delta está trabalhando com equipes em toda a companhia e também com parceiros para aprimorar a segurança e a limpeza durante a viagem. A colaboração da Delta com a RB, fabricante do Lysol®, por exemplo, envolverá o desenvolvimento de futuras soluções de desinfecção e protocolos que serão utilizados tanto nos aeroportos como durante a experiência a bordo.

Assim como o bloqueio dos assentos do meio até janeiro de 2021 e a troca dos filtros de ar HEPA de alto nível feita duas vezes a mais do que o recomendado pelo fabricante, essa atualização se baseia nos já robustos esforços de limpeza a bordo da companhia, os quais fazem parte do Delta CareStandard.


As medidas de proteção nos aeroportos incluem o processo de check-in sem contato por meio do aplicativo Fly Delta, colocação de protetores de plexiglass em todos os balcões de check-in da empresa, marcadores de distanciamento e estações de desinfetante para as mãos nos saguões de check-in, nos portões e nas pontes de embarque de propriedade da companhia e nos Delta Sky Clubs, além da realização da aspersão eletrostática em todos os aeroportos que a Delta atende nos Estados Unidos, incluindo a prática desse processo nas áreas alfandegárias de todos os aeroportos internacionais.

Usando o mesmo espírito inovador pelo qual somos conhecidos, continuamos a evoluir, sempre com a limpeza e a segurança em mente.

Saiba mais sobre o Delta CareStandard e os protocolos de saúde e segurança da companhia adotados ao longo da experiência de viagem em delta.com.

 

Via: Delta Airlines

DEIXE UMA RESPOSTA