Delta Airlines vai aposentar todos os seus aviões Boeing 777

Delta Airlines
Foto - Delta Airlines

A Delta Air Lines confirmou hoje (14) que vai aposentar seus 18 aviões Boeing 777 até o final de 2020, como resultado da pandemia de COVID-19, e a desaceleração na demanda por voos causada pelo vírus.

De acordo com a companhia, a aposentadoria dessas aeronaves acelerará a estratégia da Delta de simplificar e modernizar sua frota, continuando a operar aeronaves mais novas e mais econômicas.

Atualmente a Delta tem 8 aviões 777-200ER e 10 aeronaves 777-200LR na sua frota. Esses aviões que devem deixar no fim de 2020 a frota da companhia.

A Delta Airlines opera com a versão Boeing 777-200 desde 1999, quando a primeira aeronave chegou na frota da companhia.

Todos esses aviões serão substituídos pelo A330neo e pelo A350XWB, acelerando a padronização da frota com aeronaves da Airbus. De acordo com a Delta, o A330neo consome 21% menos combustível em comparação com os 777 citados anteriormente.

No mês passado, a Delta anunciou planos para acelerar a retirada das aeronaves MD-88 e MD-90 até junho. Desde o início da situação do COVID-19, a Delta reagiu rapidamente estacionando aviões e considerando as aposentadorias antecipadas para reduzir a complexidade e o custo operacional.

Até o momento, a companhia aérea estacionou mais de 650 aeronaves para ajustar a capacidade para atender à demanda reduzida dos clientes.


 

DEIXE UMA RESPOSTA