Delta Boeing 767

A Delta e a ITA Airways, a nova companhia aérea italiana, assinaram um acordo de codeshare recíproco que oferece mais opções de voos para os clientes de ambas as empresas entre os Estados Unidos e a Itália, bem como para outros países.

A partir de hoje, 22 de dezembro, o código da ITA Airways será colocado nos voos operados pela Delta para um total de 92 destinos. Isso inclui voos entre Roma e Atlanta, Boston, Detroit e Nova York-JFK, além de algumas rotas na extensa rede doméstica da companhia norte-americana nos Estados Unidos e voos para o México* e o Canadá*.

Também a partir de hoje, a Delta colocará seu código em voos operados pela ITA Airways para 33 destinos, incluindo voos de Nova York-JFK, Washington D.C., Boston, Los Angeles e Miami para Roma e 16 conexões posteriores dentro da Itália. Para passageiros viajando para outros países além da Itália, o código da Delta também será colocado nos voos da ITA Airways para Albânia, Egito*, Tunísia*, Grécia, Malta e Israel*.

A parceria proporcionará aos viajantes atendimento aprimorado, passagem única e check-in das malas até o destino final. Os novos voos abarcados por essa colaboração estão disponíveis para venda nos respectivos sites das companhias, em itaairways.com e delta.com.

“Por meio do acordo de codeshare com a Delta, continuaremos nossa estratégia comercial para aumentar ainda mais nossas parcerias com as melhores companhias aéreas do mundo”, disse a diretora executiva Comercial da ITA Airways, Emiliana Limosani. “Graças à rede da Delta em Nova York-JFK, podemos oferecer uma grande variedade de destinos para os nossos clientes, ao mesmo tempo em que recebemos visitantes norte-americanos na Itália por meio de nossa base em Roma Fiumicino”.

O codeshare da Delta com a ITA Airways segue o lançamento das operações da companhia aérea italiana, ocorrido em outubro de 2021.

Ambas as empresas fazem parte da aliança SkyTeam.

As informações em português também estão aqui. E, para ficar a par de todas as novidades da Delta, clique aqui

*Sujeito a aprovações governamentais.

Via: Delta Air Lines 

DEIXE UMA RESPOSTA