Terminal C Delta La Guardia New York
Foto: Divulgação

No último sábado, 04 de junho, a Delta abriu seu novo Terminal C no Aeroporto LaGuardia em New York para os clientes, um grande marco dentro do programa de US$ 4 bilhões da companhia aérea para transformar e modernizar um dos principais hubs da empresa.

Durante a cerimônia oficial de inauguração realizada na quarta-feira, 1º de junho, o CEO da Delta, Ed Bastian, a governadora do Estado de Nova York, Kathy Hochul, a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey e outras autoridades locais celebraram o momento visitando a reluzente instalação de check-in, segurança e retirada de bagagem, bem como o novo saguão E, equipado com dez portões de embarque.

“A abertura deste notável terminal realmente marca um novo começo para os clientes e funcionários da Delta em nosso hub de LaGuardia”, disse o CEO da Delta, Ed Bastian.

“Faz mais de uma década que a Delta se comprometeu a crescer, e vencer, em Nova York, e temos sido inabaláveis ​​em nossos esforços para nos tornarmos a companhia aérea número 1 da cidade.”

“Foi graças aos 10 mil funcionários da Delta baseados em Nova York que conseguimos investir quase US$ 7 bilhões nos aeroportos locais desde 2010, entregando os produtos e experiências que os clientes merecem e nos tornando parte da comunidade de Nova York, o que significa tanto para tantos de nós”.

A Delta acelerou os cronogramas de construção durante a pandemia para entregar essa instalação ainda mais rápido do que o previsto. A companhia concluirá totalmente o terminal de quatro saguões até o final de 2024, quase dois anos antes do planejado originalmente.

Ao fim do projeto, os Terminais C e D se consolidarão em uma instalação de última geração, distribuída em 120,7 mil metros quadrados e com 37 portões de embarque em quatro saguões.

A empresa continua a apostar em sua visão para o futuro das viagens, construindo aeroportos do futuro que são confortáveis, fáceis de circular e parte de uma jornada conectada que não demanda esforço, capaz de absorver e apoiar novas experiências inovadoras conforme a tecnologia evolui.

Recentemente, a Delta também concluiu a primeira grande fase de seu terminal Sky Way no Aeroporto Internacional de Los Angeles, que consumiu US$ 2,3 bilhões.

“A transformação do LaGuardia totalmente novo em um aeroporto de nível internacional e reconhecido mundialmente por sua beleza é parte de nossa visão ousada para uma nova era em Nova York”, disse a governadora Hochul.

“A abertura do Terminal C de US$ 4 bilhões da Delta ajudará proporcionar uma experiência superlativa aos passageiros, facilitando as conexões e criando impressões duradouras, e junta-se ao Terminal B já concluído e que inauguramos poucos meses atrás. Parabéns a todos que tornaram possível esse novo marco ao terminarmos de criar um Aeroporto LaGuardia digno de Nova York”.

O Terminal C foi projetado para oferecer a eficiência e a velocidade que os viajantes de Nova York geralmente precisam, permitindo que eles circulem de forma rápida e intuitiva e utilizem as últimas tecnologias disponíveis, como entrega de bagagem hands-free, check-in por autoatendimento e recursos de triagem por identidade digital.

Os clientes terão a opção de realizar os procedimentos de embarque em um lobby espaçoso e centralizado, dotado de 36 balcões de check-in de serviço completo e 49 quiosques de autoatendimento, ou podem pular essa etapa e usar a opção de entrega direta à segurança para seguir diretamente a um dos 11 postos de controle.

Além disso, todos os cinco pontos de entrada oferecem despacho de bagagem para facilitar o envio de malas.

Delta Terminal C La Guardia

O Terminal C é tão visualmente impressionante quanto eficiente, apresentando um programa de arte de alto nível em parceria com o Museu do Queens, que traz peças personalizadas de seis artistas locais, os quais compartilham uma visão convincente da história dos imigrantes de Nova York, seu povo e a importância da diversidade da cidade.

A arte digital é outra característica proeminente do design do terminal. Acima da entrada do posto de controle de segurança, por exemplo, há uma enorme instalação de arte digital feita de 34 painéis lenticulares (compostos de linhas de repetição com lentes convexas aplicados sobre a superfície frontal de um material que, quando impresso, pode ter uma variedade de efeitos visuais a partir de diferentes ângulos).

Já um painel digital ao fundo do saguão de check-in, que se estende por 72,5 metros, mostrará os tempos de espera para os procedimentos da TSA e orientações em inglês e espanhol, assim como informações do movimento no Sky Club e no portão de embarque.

O saguão E é o segundo de quatro novos saguões a serem abertos, com dez novos portões, nove dos quais já estão operacionais e têm capacidade para acomodar várias aeronaves de fuselagem estreita, além de oferecerem áreas de assentos maiores.

Adicionalmente, a OTG, parceira de longa data da Delta, disponibilizará uma variedade de opções de restaurantes, incluindo Bubby’s Diner, Chuko Ramen, Essex Burger, Poppy’s Bagel e Starbucks.

A varejista de aeroportos Stellar Partners colaborou com a Delta para entregar lojas especializadas e pontos de venda de revistas/jornais e presentes, como Beekman 1802, BuzzFeed News, Le Labo, MAC, Patricia Nash e True to New York.

O LGA abrigará ainda o maior Sky Club do sistema (em fase final), com toques arquitetônicos que evocam a cidade de Nova York da virada do século 20, como telas com motivos de arlequim e ricos metais.

Com capacidade para cerca de 600 convidados que ali relaxarão e recarregarão as energias em mais de 3 mil metros quadrados (quando estiver finalizado), o lounge conta com cozinha gourmet, bar premium, dois bufês e duas estações de hidratação.

As obras de arte com curadoria refletem o domínio do estilo da cidade de Nova York no cenário artístico internacional. Futuras adições à sala VIP incluem um Sky Deck adequado a todos os climas e aberto o ano inteiro; um segundo bar; e uma terceira estação de hidratação.

Foto: Delta

“Em uma palavra, o novo Terminal C é magnífico, uma joia arquitetônica que supera as instalações anteriores em tamanho, estilo e funcionalidade”, disse o diretor executivo da Autoridade Portuária, Rick Cotton.

“Representa as viagens aéreas do século 21 e é uma estrutura de primeiro nível em todos os aspectos, o que agora se pode dizer de todo o novo Aeroporto LaGuardia, que há seis anos esteve entre os mais detestados do país.”

“Felicito e agradeço à governadora Hochul, toda a equipe da Delta por seus esforços incansáveis ​​e os muitos funcionários da Autoridade Portuária que colaboraram para que isso se tornasse realidade. Essa inauguração prova o que nossa região pode realizar quando realmente aliamos nossa vontade coletiva a uma meta tão ambiciosa”.

O Terminal C também oferece uma sala multissensorial, proporcionando um ambiente calmo e de auxílio para clientes com sensibilidades sensoriais e suas famílias enquanto viajam.

Em apoio aos compromissos mais amplos de sustentabilidade da Delta, o Terminal C terá o certificado LEED Silver, com vários elementos amigáveis ao meio ambiente ​​incorporados em toda parte, incluindo:

  • Iluminação LED;
  • Vidros exteriores que automaticamente mudam de tom com base no clima e na hora do dia;
  • Carregamento para equipamentos elétricos de suporte terrestre;
  • Uma fábrica de gelo que produz gelo fora do horário comercial para resfriar durante o dia, reduzindo a demanda de energia durante os períodos de pico.

O projeto de transformação do Terminal C empregou aproximadamente 9 mil trabalhadores e centenas de arquitetos, engenheiros, inspetores e profissionais de gestão de construção, além de vincular, até o momento, mais de 35% do total de contratos a empresas pertencentes a minorias e mulheres.

A Delta é a maior companhia aérea a operar no LGA, oferecendo até 255 voos diários para quase 70 destinos neste verão (do Hemisfério Norte).

Delta Air Lines
Foto: Delta Air Lines/Divulgação

A posição exclusiva de hub duplo da empresa no LGA e no JFK permite que ela ofereça aos passageiros de Nova York um pico diário que alcança 465 partidas para mais de 120 voos destinos domésticos e internacionais.

A segunda grande fase do Delta Sky Way no LGA é apenas um dos muitos recentes marcos de infraestrutura que a Delta apresentou como parte de seu plano de uma década de investir US$ 12 bilhões para transformar a experiência de viagem em solo e no ar.

 

 

Com informações da Delta.