Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Delta Airlines
Foto: Divulgação

A companhia norte-americana Delta, anunciou seus resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre de 2021. A companhia obteve um lucro de US$ 1,2 bilhão, incluindo valores do aporte financeiro concedido pelo governo dos EUA.

Sem o aporte do governo, o lucro da Delta foi de US$ 216 milhões, o primeiro desde o inicio da pandemia em 2020. Os lucros da empresa foram impulsionados pela recuperação do setor no terceiro trimestre, a demanda voltou a crescer conforme a vacinação foi executada no país.

A receita operacional da Delta obteve uma melhora 30% no valor de US$ 8,3 bilhões, cerca de US$ 1,9 bilhão em relação à 2020. Os níveis em comparação à 2019 tiveram uma recuperação de 63%, a empresa ainda espera uma recuperação maior devido aos clientes corporativos. 

“Nosso trimestre de setembro foi um marco importante em nossa recuperação, com nosso primeiro lucro trimestral desde o início da pandemia. Nossas receitas alcançaram dois terços dos níveis de 2019 graças ao desempenho operacional líder do setor que nosso pessoal apresentou durante um verão agitado, mais uma vez mostrando por que eles são os melhores no negócio.”

“Enquanto a demanda continua a melhorar, o recente aumento nos preços dos combustíveis pressionará nossa capacidade de permanecermos lucrativos para o trimestre de dezembro. À medida que a recuperação avança, estou confiante em nosso caminho para a lucratividade sustentada à medida que continuamos a fornecer o melhor serviço da classe aos nossos clientes, fortalecendo a preferência por nossa marca, ao mesmo tempo que criamos uma companhia aérea mais simples e eficiente.” Disse Ed Bastian, CEO da Delta.

Seguindo a tendência de recuperação do mercado, a Delta vai acrescentar a sua frota mais dois Airbus A350-900, adquiridos usados. Essas aeronaves estão previstas para serem entregues no próximo mês, juntamente com a retomada de voos com mais aeronaves Boeing 737-900ER.

Com a aposentadoria do Boeing 777, a Delta irá utilizar o Airbus A350 em mercados aonde a companhia poderia operar somente com uma aeronave de grande porte e grande autonomia.   

DEIXE UMA RESPOSTA