Airbus A350 LATAM Delta

A partir deste verão, a Delta irá iniciar as operações com as aeronaves Airbus A350 que operaram anteriormente na LATAM Brasil. Inicialmente serão três das nove aeronaves arrendadas para reforçar a malha neste verão.

As futuras aeronaves da Delta já possuem novas matrículas sendo, N574DZ, N575DZ e N576DZ. 

Nesta semana o N575DZ realizou um pequeno voo de teste em Cingapura, tendo voado por aproximadamente uma hora. O avião está recebendo a padronização de cores e configuração interna da Delta. 

A Delta já opera esse tipo de avião em sua frota, mas com uma configuração para transportar até 306 passageiros. Os novos A350 chegarão a frota com uma configuração para 339 passageiros em três classes de serviço.

Os Airbus A350 ex-LATAM voaram para a companhia dos EUA transportando, 30 passageiros na Executiva, chamada de Delta One; 63 passageiros na Economy Premium, chamada de Delta Comfort+ e 246 passageiros na Econômica. 

Essas aeronaves que voaram anteriormente na companhia aérea brasileira não receberão por enquanto as suítes da Delta One nas primeiras fileiras. O padrão utilizado ainda será o da Executiva da LATAM em configuração 2x2x2.

“Neste verão, a Delta incorporará as três primeiras das nove aeronaves Airbus A350 usadas em nossa rede global. A aeronave apresenta uma configuração temporária de assentos pendente de modificação para uma aeronave A350 atualmente em nossa frota. A integração dessas aeronaves em nossa frota permitirá um aumento importante em nossa capacidade de voo para ajudar nossos clientes a chegarem onde desejam ir neste verão e além.” Disse a Delta para a Simple Flying.

Segundo informações da Cirium, a Delta irá colocar os novos aviões em rotas para Santiago no Chile já no próximo mês. Os outros seis aviões, estão previstos para serem incorporados nos primeiros meses de 2023.

A empresa norte-americana arrendou nove Airbus A350 que voavam pela LATAM Brasil, a companhia brasileira anunciou em meados de 2021 que iria se desfazer e encerrar os contratos de leasing para o avião europeu.

A empresa padronizou a sua frota de longo curso apenas com aeronaves da Boeing, sendo o 767, 777 e 787. Em breve apenas os dois últimos modelos estão em operação com passageiros, o B767 gradativamente está sendo convertido para cargueiro.

 

 

Com informações da Simple Flying.