Airbus A380

(Reuters) – A Airbus está se movimentando rapidamente para nomear o diretor de planejamento Guillaume Faury como seu próximo presidente-executivo, depois de acelerar a busca por um sucessor de Tom Enders para enfrentar um crescente vácuo de liderança, disseram pessoas a par do assunto.

O conselho pode anunciar uma decisão dentro de algumas semanas, já que a fabricante europeia de aviões manipula um trio de pressões por mudanças administrativas, atrasos industriais e uma investigação de corrupção, disseram.

A Airbus não comentou o assunto.

O principal candidato externo, o executivo-chefe da Thales, Patrice Caine, está relutante em deixar a empresa de defesa francesa, mas poderia fazê-lo se solicitado pelo governo francês, segundo a mídia.
 

O momento da transição não ficou claro de imediato, mas duas fontes familiarizadas com a empresa disseram que não foi excluído que Faury assumiria a presidência já neste ano, avançando os planos para a entrega de maio de 2019.

O conselho poderia tomar uma decisão final em uma reunião de 13 de novembro.

Enders planeja deixar o cargo quando seu mandato expirar em maio, após o lançamento da transformação digital da empresa.