737 MAX 8 American Airlines (Foto: Boeing)

A Boeing ainda não entregou a atualização de software do 737 MAX, isso resultou em um atraso na certificação pela FAA e outras agências reguladoras de todo o planeta, que formaram um comitê para analisar a segurança da aeronave.

Mas para provar a segurança da aeronave, os diretores da American Airlines toparam entrar no primeiro voo comercial dessa aeronave, após a atualização de software que corrigirá os problemas no sistema MCAS.

A United Airlines também seguiu essa linha, para demonstrar aos clientes uma imagem de confiabilidade na aeronave.

Isso pode ajudar os 41% de americanos que ainda não confiam no 737 MAX, pelo menos antes de 6 meses de voos sem registros de acidentes.

A Southwest foi além, e declarou que os passageiros poderiam alterar suas passagens gratuitamente, para evitar voar com o 737 MAX, apesar da companhia ser uma futura candidata a maior operadora do 737 MAX.