O Hanjin Group, que detém o controle da Korean Air, está avaliando uma possível compra da concorrente sul-coreana Asiana Airlines. A Asiana passa por uma crise delicada, com valores de dividas chegando a casa dos US$ 11 bilhões.

O grupo controlador da Korean Air deve enviar uma carta com intenção de compra aos credores da Asiana. O Hanjin Group deseja comprar uma fatia de participação de 30,77% para ter direito de injeção de capital na Asiana, todos os valores serão feitos com a moeda local da Coréia do Sul.

A Asiana Airlines revelou a Reuters que não está ciente das negociações e nem do interesse do Hanjin Group. Por outro lado, o grupo informa que ainda não tomou as devidas decisões ainda sobre a futura compra da companhia sul-coreana. O Hanjin Group disse ainda que compartilhou de suas ideias futuras com agencias governamentais.

O principal credor da Asiana, o Korea Development Bank (KDB) já realizou aportes financeiros para ajudar a companhia a se manter em operação. O KDB comentou sobre o interesse do Hanjin Group.

“Por enquanto, é incerto como o KDB pode fornecer a Hanjin os fundos necessários para a aquisição da Asiana. Uma oferta de direitos por meio de uma colocação de ações de terceiros com a Hanjin pode não ser possível sob a lei atual.”  

Algumas autoridades locais indicam que a Korean vai prosseguir com o negócio, além de também resolver uma questão politica interna da empresa. A Asiana tentou buscar ajuda em 2019 com urgência devido ao estado critico de suas finanças, a companhia coreana chegou a fechar negócio com a Hyundai Development Group.

Entretanto, devido ao impacto financeiro negativo da crise do Covid-19 a Hyundai recuou com o negócio. Em 2019, as receitas da Korean Air resultaram em 12,68 trilhões de won (US$ 11,38 bilhões), enquanto as receitas da Asiana Airlines foram de 2,18 trilhões de won (US $ 1,95 bilhões).

DEIXE UMA RESPOSTA