Bayraktar TB2 Ucrânia Ataque
Foto: Comando Operacional Sul da Ucrânia

O drone Bayraktar TB2 continua impressionando ao defender as tropas ucranianas. A Força Aérea Ucraniana estava utilizando a pequena aeronave para fazer ataque a alvos em solo, até então.

Contudo, nos últimos dias o TB2 fez pela primeira vez um ataque ar-ar, destruindo um helicóptero Mi-8 enquanto atacava alvos na Snake Island. 

Na filmagem em preto e branco, figuras humanas podem ser vistas deixando o helicóptero momentos antes de explodir. O vídeo foi publicado pelo Comando Operacional Sul da Ucrânia, e mostra que alguns soldados que estavam desembarcando foram atingidos pela explosão.

https://twitter.com/UAWeapons/status/1523194512138514432

Os ataques, que foram realizados também com o Sukhoi Su-27, causaram um rastro de destruição nas proximidades da Snake Island, inclusive com a destruição de mais um navio russo no Mar Negro.

Uma espessa fumaça preta foi vista subindo em fotos de satélite após o ataque.

“Estamos expulsando o inimigo de cada pedaço de nossa terra, mesmo de uma pequena ilha, do mar e até do ar”, disseram os militares ucranianos sobre o ataque.

 

O Bayraktar TB2

Bayraktar TB2 Ucrânia Força Aérea bombas
TB2 da Força Aérea Ucraniana com bombas MAM. Foto: Ministério da Defesa Ucraniano.

Na Ucrânia, o drone turco é usado pela força aérea e marinha, que adquiriram 12 e seis unidades em 2019 e 2020, respectivamente. Desde o início da concentração de tropas da Rússia na fronteira, no início de 2021, o Bayraktar TB2 vem sendo usado para conduzir missões de vigilância e reconhecimento, e agora para ataques.

Em termos de dimensões e performance, o Bayraktar TB2 apresenta as seguintes características: 

  • 6.5 metros de comprimento 
  • 2.2 metros de altura 
  • 12 metros de envergadura 
  • 27 horas de autonomia 
  • Velocidade máxima de 222 Km/h
  • Altitude máxima de 25 mil pés 
  • 150 kg de carga útil 
  • Peso máximo de decolagem de 700 kg

O custo de aquisição de um TB2 gira em torno de US$ 4 a 5 milhões. Contudo, o drone já destruiu equipamentos muito mais caros que ele próprio, como sistema de defesa antiaérea Pantsir S1 russo. O modelo foi alvo do TB2 em conflitos na Síria, Líbia, Ucrânia, Armênia e Emirados Árabes Unidos. 

O TB2 possui quatro pontos duros (dois em cada asa) para carregar diversas armas de precisão, como o míssil antitanque UMTAS/L-UMTAS, foguetes guiados Bozok e as granadas de 81mm Togan. 

Apesar da variedade de armamentos, o mais usado pelo TB2 são as bombas de precisão MAM (Smart Micro Munition). Desenvolvida pela Roketsan, a bomba possui três variantes: MAM-C, L e T, guiadas por laser e/ou GPS e Navegação Inercial. O peso varia de 6,5 Kg a 94kg, dependendo do tipo da bomba.

Veja mais sobre o TB2 Clicando Aqui.