EAG lança o primeiro avião híbrido do mundo com 70 assentos

A empresa britânica de engenharia e desenvolvimento Electric Aviation Group (EAG) revelou nesta segunda-feira (20/07) uma nova aeronave.

Desta vez a EAG está apostando na tecnologia de propulsão híbrida, para um avião regional de 70 assentos, como os atuais ATR 72. O lançamento foi neste ano, e o desenvolvimento da aeronave deverá ocorrer até 2028, quando será certificada.

“Nosso design é para uma aeronave que inicialmente oferecerá alcance de 1500 km no lançamento em 2028 e que poderá transportar mais de 70 pessoas”, disse a empresa.

A empresa disse que tem um grande aporte de investimento para desenvolver a tecnologia de propulsão híbrida, e diz que é capaz de sair na frente das grandes, com a Airbus e Embraer.

O projeto HERA será focado nas características de desempenho STOL (Curta decolagem e pouso), capaz de operar em pistas curtas como um ATR 42. A cabine do HERA também terá um design flexível, permitindo mudanças rápidas entre o transporte de passageiros e carga.

Os motores a combustão do HERA terão a capacidade de recarregar as baterias, e oferecer uma melhor autonomia de voo para o avião. São dois motores à hélice com motores a reação, e mais dois elétricos.

O HERA também foi projetado para acomodar quaisquer fontes alternativas de energia disponíveis antes da virada da década. Além disso, manterá a flexibilidade de se transformar em uma aeronave totalmente elétrica ou neutra em carbono, à medida que a densidade da bateria melhorar ou outras tecnologias se tornarem financeiramente viáveis.


A EAG já desenvolveu e registrou 25 patentes diferentes para a aeronave, que serão produzidas em Bristol. A empresa acredita que o novo empreendimento pode criar até 25000 empregos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA