EASA conclui testes de voo no Boeing 737 MAX

Boeing 737 MAX

A EASA anunciou hoje (11/09) que concluiu seus voos de teste no Boeing 737 MAX no Canadá. Os dados coletados durante os testes, serão analisados juntamente com um conselho na próxima semana. 

Ainda com as condições de viagens restritas devido a Covid-19, o voo precisou ter origem e destino final em Vancouver. De acordo com o FlightRadar24, foram feitos seis voos no Boeing 737 MAX 7 de matrícula N7021S.

Conforme relatamos, a aeronave fez alguns voos com a Boeing antes de seguir viagem para ficar disponível a EASA.

Boeing 737 MAX, EASA, voo de teste
Reprodução: FlightRadar24

Os primeiros voos partiram de Moses Lake, foram feitas várias manobras e subidas e descidas para testar as novas atualizações da aeronave.

A duração desse voo foi de 02h09 e o 737 retornou para Moses Lake em seguida. Após esse voo com manobras, a aeronave retornou a Vancouver e posteriormente seguiu para a Boeing Field.

Boeing 737 MAX, EASA, voo de teste
Reprodução: FlightRadar24

Ontem (10/09) o Boeing 737 MAX fez seus últimos voos de teste, realizando voos de Vancouver e retornando e logo depois direto para a Boeing Field. Ao todo foram realizadas 9,5 horas de voo e de manobras com os avaliadores da EASA a bordo. 

Ao todo três agências reguladoras de aviação realizaram testes no 737 MAX. Após essas séries de voos, todos os órgãos juntamente com o Brasil que também há uma empresa que opera do 737 MAX. A reunião será em Londres, e todos irão avaliar os dados colhidos durante dos testes e começar a dar um veredicto final para a re-certificação da aeronave.


 

DEIXE UMA RESPOSTA