A Agência de Segurança da Aviação da União Européia (EASA) suspendeu sua proibição de sobrevoo do espaço aéreo do Iraque e do Irã . 

A proibição existe desde o mês passado, quando um conflito entre os dois países resultou até mesmo em um avião abatido por um míssil.

De acordo com um grupo da UE, a proibição foi revisada durante uma reunião no último dia 28 de janeiro.

As restrições foram postas em prática  como uma medida de precaução. A EASA e a Comissão Europeia aconselharam inicialmente a proibição de sobrevoos no Iraque desde 8 de janeiro. Depois disso, eles recomendaram evitar sobrevoar o Irã, no dia 11 de janeiro.

Apesar de suspender as proibições, a EASA ainda recomenda algumas restrições. A agência de segurança conselha a não voar fora de dois corredores no Iraque. Além disso, sugere voar sempre acima de 25.000 pés quando a aeronave estiver em espaço aéreo iraniano.

“Com base nas informações mais recentes, o grupo reafirmou a posição declarada nos Boletins de Informações da Zona de Conflito (CZIB) atualmente publicados para sobrevoos no espaço aéreo do Irã e do Iraque”, diz o anúncio da EASA, conforme reportado pelo Financial Tribune.

“Aconselhamos que as companhias aéreas evitem sobrevoar o Iraque, exceto em dois corredores aéreos específicos, o CZIB-2020-01R0 para o Irã aconselha contra sobrevoos no Irã em níveis abaixo de 25.000 pés.”


 

 

DEIXE UMA RESPOSTA