EFW se aproxima de entregar o primeiro A321 convertido para cargas

Em julho deste ano a EFW conseguiu os primeiros certificados para a sua versão cargueira do A321, baseado em uma conversão da aeronave. O cliente inicial do chamado A321P2F (Passenger To Freight) é a Qantas, que deve operar três aeronaves para a Australia Post.

E recentemente o primeiro Airbus A321P2F nas cores do Australia Post foi fotografado em Singapura. O primeiro avião cargueiro está no momento realizando alguns voos de testes, e tem a entrega programada para outubro.

A conversão P2F dá capacidade para o A321 transportar 14 pallets de carga no deck principal, e mais 10 nos porões da aeronave. O peso máximo suportado pelo A321P2F é de 27,6 toneladas, nessa condição a autonomia máxima é de 3700 km, ideal para rotas de curta distância.

A conversão incorpora uma porta de carga principal extra grande, que é acionada hidraulicamente e trancada eletricamente. Além disso, o A321 P2F tem um piso reforçado, novos painéis de piso para operações de carga, com novo acabamento interno.

A cabine de comando foi reformulada, e une o cockpit com assentos e banheiro. O compartimento de carga é da classe E e está equipado com uma barreira rígida que suporta 9g, na separação do cockpit, com uma porta deslizante.

Em relação aos atuais Boeing 737 Cargueiros utilizados pela Qantas, o A321 P2F pode levar mais 9 toneladas a bordo. Essa capacidade extra é bem importante neste momento de pandemia e menor oferta de voos comerciais de passageiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA