Embraer E170 Egyptair
Foto: Gordon Zammit

Todos os aviões Embraer E170LR que pertencem à própria Egyptair estão sendo colocados à venda pela companhia aérea. A empresa espera repassar essas aeronaves em um leilão público, que será realizado no dia 20 de dezembro deste ano.

A companhia está substituindo os seus aviões Embraer E-Jet pelo novo Airbus A220, incluindo até mesmo os E170 da sua frota. Todos os aviões que vão para leilão estão em estado de “prontos para voar”, apesar do armazenamento realizado desde março de 2020, e acompanham os motores General Electric CF34-8E, que valem alguns milhões de dólares.

Os seguintes aviões estão disponíveis para venda:

    • SU-GCT (msn 17000167): uma construção de 2007 com 23.961 horas de voo e 25.565 ciclos de voo;
    • SU-GCX (msn 17000178): uma construção de 2007 com 21.930 horas de voo e 24.406 ciclos de voo;
    • SU-GCY (msn 17000185): uma construção de 2007 com 23.072 horas de voo e 24.894 ciclos de voo;
    • SU-GDF (msn 17000266): uma construção de 2008 com 21.847 horas de voo e 21.780 ciclos de voo;
    • SU-GDG (msn 17000269): uma construção de 2009 com 22.350 horas de voo e 21.994 ciclos de voo;
    • SU-GDH (msn 17000274): uma construção de 2009 com 22.275 horas de voo e 21.186 ciclos de voo;
    • SU-GDI (msn 17000276): uma construção de 2009 com 20.485 horas de voo e 19.897 ciclos de voo;
    • SU-GDJ (msn 17000282): uma construção de 2009 com 21.265 horas de voo e 20.412 ciclos de voo;
    • SU-GDK (msn 17000284): uma construção de 2009 com 20.683 horas de voo e 19.459 ciclos de voo.

Além das nove atualmente à venda, as outras três unidades da Egyptair Express foram vendidas para a estatal CIAF Leasing, das quais duas são atualmente estão arrendadas para a Jasmin Airways, da Tunísia.

Provavelmente empresas de leasing participarão deste leilão para arrematar as aeronaves, bem como algumas companhias aéreas interessadas. O E170 ainda faz bastante sucesso na aviação regional dos Estados Unidos.

 

Via: CH-Aviation

DEIXE UMA RESPOSTA