O maior foguete da SpaceX, o Starship, pode estar avançando em largos passos devido ao próprio fundador e CEO da empresa, Elon Musk.

De acordo com o próprio Musk, agora que os engenheiros da SpaceX deixaram de se concentrar em atualizações da linha Falcon, há uma pressão para o avanço do projeto da Starship, a maior aposta do bilionário nos voos entre planetas.

Musk quer realizar o primeiro voo da Starship nos próximos meses, para ele o prazo máximo é março.

Os testes serão realizados com o veículo batizado de SN1, construído com base nas experiências da empresa com o Starhopper, e a fatídica explosão do protótipo durante um teste.

O lançamento deverá ser realizado no Texas, nas novas instalações da empresa.

Estamos construindo o design de voo do Starship SN1, mas cada SN terá pelo menos pequenas melhorias, pelo menos até o SN20 ou mais do Starship V1.0″, disse Elon Musk no último dia 27 de dezembro de 2019 sobre o protótipo.

Starship no centro, com o Saturn V à esquerda, e o Falcon 9 à direita.

A SpaceX está testando também o foguete e primeiro estágio Super Heavy, composto por motores Raptor e o mais potente já produzido pela empresa, apesar que o mesmo engana pela sua altura de 50 metros, visto que o Starship fica com o segundo estágio de propulsão.


O Starship, um foguete reutilizável de 117 metros de altura e dois estágios, é mais alto que a Estátua da Liberdade e é a peça central das ambições da SpaceX de fornecer viagens interplanetárias, bem como do objetivo da agência espacial norte-americana, Nasa, de enviar humanos à Lua em 2024.

 

DEIXE UMA RESPOSTA