Foto: Soldado Wilhan Campos/CECOMSAER

Desde o dia 08 de janeiro, quando o Governo do Amazonas solicitou apoio ao Ministério da Defesa, a Força Aérea Brasileira (FAB) já transportou 168 toneladas de carga para Manaus (AM) e completou 314 horas de voo. A FAB está envolvida na Operação COVID-19 desde o início da pandemia, em 2020, mas os voos voltaram a se intensificar no dia 08. 

No último domingo (17), a FAB realizou diversos transportes. De Manaus para João Pessoa (PB) e Natal (RN), foram levados 27 pacientes em aeronaves C-99 do Esquadrão Condor.

Foto: Tenente Dantoniele – FAB/Divulgação.

Dois C-130 Hércules do Esquadrão Gordo transportaram 93 cilindros de oxigênio gasoso de Belém para Manaus e 10 cilindros de oxigênio líquido e um gerador de oxigênio gasoso de Brasília para Manaus. As aeronaves pousaram na capital manauara por volta das 20h e 21h55, respectivamente. Combinadas, as aeronaves transportaram cerca de 20,6 toneladas de carga.

Foto: Tenente Dantoniele – FAB/Divulgação.

Também no domingo, dois C-105 Amazonas dos Esquadrões Onça e Arara transportaram 115 cilindros de oxigênio gasoso de Belém para Manaus, totalizando 6,9 toneladas de carga combinada.

Foto: FAB/Divulgação.

A Força Aérea tem empregado aeronaves C-130 Hércules, KC-390 Millennium, C-105 Amazonas e C-99 no transporte de oxigênio líquido ou gasoso, materiais hospitalares, geradores, módulos de hospital de campanha, insumos e pacientes. A FAB também informou que a Ala 1, Base Aérea de Brasília, se tornou o HUB de fornecimento de oxigênio líquido para Manaus, o que agilizará as operações 

Foto: Soldado Wilhan Campos/CECOMSAER

Hoje (18), a FAB dá início ao transporte das vacinas contra o Novo Coronavírus, cujo uso emergencial foi aprovado pela ANVISA no domingo. Além das aeronaves citadas, a FAB também empregará o C-97 Brasília no transporte das vacinas. 

 

Via Força Aérea Brasileira, Ministério da Defesa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA