Passagens Aéreas GOL Azul LATAM Itapemirim Anvisa

O ano de 2022 começou com um forte impacto da variante Ômicron nas viagens domésticas pelo Brasil, mas ainda sim o mercado viu uma grande disputa pela preferência de passageiros em viagens. Os números mostraram uma grande disputa entre Azul e GOL ao longo do meses.

Até os dados de maio, o Brasil registrou 37 milhões de passageiros transportados pelas três maiores companhias aéreas, LATAM, Azul e GOL. 

A LATAM, a medida que retornava com voos realizados antes da pandemia, se consolidou na liderança do setor. Logo depois viria GOL e Azul disputando cada ponto do mercado doméstico de aviação do Brasil.

LATAM

Porém a posição da segunda e terceira maiores do país se inverteu, segundo dados de maio, a Azul transportou 10,85 milhões de passageiros com uma participação de mercado de 29%.

Já a GOL somou 10,69 milhões de passageiros segundo contam nos dados da ANAC para o mês de junho de 2022. O volume fez com que a companhia aérea ficasse com 28,55% do mercado.

A recuperação do setor é evidente, a Azul recuperou e mostrou crescimento de 4% em relação aos níveis pré-pandemia. A GOL também mostrou poder de recuperação e 75% dos níveis de tráfego de antes da pandemia, volume este impulsionado principalmente em razão da retomada dos voos internacionais da empresa.

A Azul foi a primeira empresa aérea do Brasil a mostrar recuperação, mesmo com uma frota diversificada e o maior número de destinos, a companhia aérea se mantem soberana em mais de 50% das rotas que opera. Parte disso em função dos destinos regionais e ultra-regionais. 

Recentemente a GOL retomou voos para Miami e Orlando e alguns outros destinos na América do Sul. Os destinos para os EUA alavancaram o caixa da empresa e também em números de ocupação fez com que fosse ampliada as operações para as duas cidades a partir de Brasília.

Com 230.278 passageiros transportados em voos internacionais, a GOL recuperou 26% de sua capacidade internacional em relação a 2019. A rota para os EUA foi retomada apenas em maio desse ano, e a companhia já ampliou as frequências.

A GOL apresentou lucro de US$ 527 milhões no primeiro trimestre, sendo seu melhor resultado em um trimestre desde o início da pandemia.

 

 

 

Com informações do Simple Flying.