Ryanair
Foto: Piotr Mitelski/Ryanair

Mesmo com vários atrasos e cancelamentos de voos na Europa, causados pela falta de trabalhadores, e as várias ameaças de greve, a Ryanair conseguiu em junho um recorde no número de passageiros transportados, com 15,9 milhões de pessoas que viajaram pela empresa e ocuparam 95% dos assentos disponíveis.

Em junho a Ryanair anunciou que estaria implementando voos extras nas semanas seguintes, para cobrir o cancelamento de voos das aéreas inglesas British Airways, easyJet e TUI. 

Ao todo 88500 voos foram operados pela Ryanair em junho. Mesmo com todos os problemas nos aeroportos, a companhia aérea planeja transportar 15% mais passageiros neste verão do que na mesma temporada de 2019.

Em 2022 a Ryanair também deverá fechar o mês com um recorde de passageiros transportados, cerca de 165 milhões, ante 149 milhões do período pré-pandemia (2019). Naquela época a companhia chegou a registrar uma taxa de ocupação impressionante, na casa dos 97% dos assentos disponíveis.