Foto - Alitalia

O governo da Itália deu luz verde para o estabelecimento de uma nova empresa totalmente controlada pelo Ministério da Economia e Finanças, envolvendo a Alitalia.

Na prática, a antiga porta-bandeira será nacionalizada novamente. O governo também criou um fundo de 600 milhões de euros para lidar com danos ao setor de aviação em face da emergência do coronavírus. 

De acordo com o decreto “Cura Itália”, “É estabelecido um fundo com uma dotação de 600 milhões de euros para o ano de 2020. Por decreto do Ministro da Economia e Finanças, a ser adotado em consulta com o Ministro do Desenvolvimento Econômico, espera-se que são estabelecidos os valores a serem atribuídos aos fins individuais estabelecidos neste artigo“. O artigo 76 autoriza, como mencionado acima.

Há apenas dez dias, o comissário Giuseppe Leogrande publicou o concurso para a venda da Alitalia, no todo ou em partes, mas ninguém podia imaginar uma crise dessas proporções. A fase em que investidores devem manifestar interesse na Alitalia termina dia 18 de março.

No momento em que todas as transportadoras tinham aviões no solo, era impensável que alguém pudesse revelar seu interesse no lote inteiro ou em um dos três lotes: aviação, manuseio e manutenção.

 

DEIXE UMA RESPOSTA