Embaixador do Bahrein nos EUA visita linha de produção do caça F-16

F-16 Fighting Falcon- Foto: Lockheed Martin (Imagem Ilustrativa)

A Lockheed Martin recebeu Shaikh Abdullah bin Rashed Al Khalifa, embaixador do Reino do Bahrein nos Estados Unidos, na linha de produção F-16 da empresa, onde a produção está em andamento no primeiro conjunto de caças Block 70 do F-16 para o Força Aérea Real do Bahrein.

Foto – Divulgação

“A parceria da Lockheed Martin com o Bahrain começou há mais de 40 anos e continua hoje com o F-16”, disse Bridget Lauderdale, vice-presidente e gerente geral do Integrated Fighter Group da Lockheed Martin. “O Bahrein foi o primeiro país da região do Golfo a adquirir o F-16 e o primeiro cliente do mundo a adquirir o avançado F-16 Block 70”.

“O Bahrein tem sido um parceiro estratégico e amigo dos Estados Unidos, e a Carolina do Sul teve o prazer de sediar a delegação hoje”, disse a senadora dos EUA Lindsey Graham. “Estamos orgulhosos do pessoal que trabalha duro na Lockheed Martin em Greenville, fazendo um dos melhores jatos que já foram levados ao céu, o F-16 Block 70”.

Os F-16 fabricados em Greenville, para clientes internacionais, serão a mais nova e avançada configuração de produção de F-16 já oferecida, combinando inúmeras capacidades e melhorias estruturais. A produção do F-16 está criando centenas de novos empregos em Greenville – apoiados por mais de 400 fornecedores em 41 estados dos EUA – e posicionando o site para crescer.

O início da produção de Greenville coincide com uma demanda crescente e significativa por novos F-16 de produção em todo o mundo. Até o momento, a Lockheed Martin possui três clientes do Block 70 do F-16: Bahrain, Eslováquia e Bulgária.

DEIXE UMA RESPOSTA