Embraer destaca presença dos E-Jets na retomada de voos do Grupo Lufthansa

A Embraer publicou recentemente uma análise sobre a retomada de voos em companhias aéreas do Grupo Lufthansa, e a massiva presença dos E-Jets para aumentar as frequências, sem subir assustadoramente a oferta.

Até o final de outubro, mais de 90% de todos os seus destinos de curta e média distância e mais de 70% dos destinos de longa distância do Grupo estarão disponíveis novamente. Os E-Jets, logicamente, ainda fazem a diferença nesta retomada.

Três dessas companhias aéreas parceiras do E-Jet são a Air Dolomiti, Austrian Airlines e Lufthansa CityLine. Todas essas utilizaram o E-Jet para restaurar voos.

 

Vamos conferir abaixo:

Air Dolomiti

Foto – TIS MEYER

A filial italiana da Lufthansa voltou a voar no início do mês passado entre Florença, Sicília e Sardenha. 

Florença abriga o novo centro de manutenção da companhia aérea, o que permitiu acelerar o reinício das operações do E195, especialmente os centros de Frankfurt e Munique da Lufthansa. 

No início de julho, a Air Dolomiti atenderá as duas cidades alemãs de Florença, Bolonha, Veneza, Turim, Milão Malpensa, Roma, Catania, Palermo, Lamezia Terme, Verona, Bari, Cagliari e Olbia.


A Air Dolomiti também acaba de lançar novos voos do E195 entre Florença e Bari.

 

Austrian Airlines

Foto – Austrian Airlines

A companhia aérea austríaca espera voar para cerca de 50 cidades da rede neste mês, também operando seus E195 de 120 assentos. 

Esses E-Jets serão implantados entre Viena e Bruxelas, além de outros destinos, para complementar as frequências de outros tipos de aeronaves.

A companhia aérea espera restaurar 20% de todos os voos em comparação com julho do ano passado, já que terá apenas metade de toda a sua frota em serviço. A Austrian Airlines já retomou alguns voos de longa distância e prevê boa demanda no verão para destinos de férias e para as principais cidades europeias.

 

Lufthansa CityLine

Atualmente, a subsidiária integral possui aviões E195 e E190 que voam de/para os centros de Munique e Frankfurt da Lufthansa.

Essas aeronaves e outros tipos da frota CityLine serão usadas para restaurar voos entre Frankfurt e cidades europeias, incluindo Varsóvia, Florença, Billund, Basel e Linz, antes de outubro.

Até então, os voos também serão retomados entre Munique e Bruxelas, Olbia, Dubrovnik ou Copenhague.

 

DEIXE UMA RESPOSTA