Embraer Eve
Foto: Embraer

A Embraer concluiu uma série de voos experimentais voltados para avaliação de novas tecnologias de sistemas autônomos em condições reais de voo. Os ensaios realizados no Rio de Janeiro têm o objetivo de viabilizar operações autônomas seguras em ambientes urbanos complexos.

A coleta de dados e avaliação em tempo real dessas tecnologias em área urbana utilizou um helicóptero pilotado como parte do Projeto de Sistemas Autônomos da Embraer (Project EASy, na sigla em inglês) que utiliza processos ágeis de testes para o desenvolvimento de soluções que possam impulsionar a aviação autônoma do futuro.

Embraer
Foto: Embraer

A companhia trabalhou com a Eve, uma empresa subsidiária da Embraer dedicada a acelerar o ecossistema da Mobilidade Aérea Urbana (“UAM”), e em colaboração direta com os parceiros Daedalean, Iris Automation e Near Earth Autonomy durante sete dias. Neste período, as empresas exploraram cenários convencionais e extremos para as fases de decolagem, subida, voo de cruzeiro, aproximação e pouso. Os helicópteros da Helisul Aviação, uma empresa que colabora com a Eve no desenvolvimento de UAM no Brasil, foram conduzidos por pilotos profissionais durante todo o percurso enquanto os sistemas capturavam dados e desempenhavam cálculos instantaneamente.  

Este processo experimental está conectado com o Conceito de Operações (CONOPS) coordenado pela Eve desde 2021 no Rio de Janeiro, em cooperação estratégica com parceiros e entidades governamentais para converter o conhecimento adquirido em dados de trabalho e estrutura de análise que possam orientar todos os aspectos operacionais do futuro da Mobilidade Aérea Urbana.

Via: Embraer